Federer se despede do tênis com festa e homenagens

O tenista suíço, de 41 anos, jogou ao lado de Rafael Nadal em sua última partida pelo esporte

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
Roger Federer se despediu das quadras na sexta-feira 23
Roger Federer se despediu das quadras na sexta-feira 23 | Foto: Reprodução

Roger Federer, um dos maiores tenistas de todos os tempos, pôs um ponto final em sua carreira na sexta-feira 23. Em uma partida de duplas, ao lado de Rafael Nadal, o suíço se despediu das quadras com uma derrota: 2 sets a 1, de virada, para os norte-americanos Frances Tiafoe e Jack Sock.

Depois de disputar seu último ponto, Federer, 41 anos, desabou em lágrimas e acabou acolhido pelos colegas. Em seguida, o suíço atravessou a quadra e cumprimentou todos os tenistas que participam da Laver Cup, uma das competições do esporte.

O telão da arena mostrou um vídeo com mensagens de seus contemporâneos, como Novak Djokovic, Nadal e Andy Murray.

“Foi um dia maravilhoso”, ressaltou Federer. “Disse aos rapazes: ‘Estou feliz, não estou triste’. Curti amarrar o cadarço pela última vez. Com todas as partidas e tendo todos aqui, não foi tão estressante, embora parecesse que teria uma lesão em algum momento. Jogar com Rafa, no mesmo time, e ter todas as lendas aqui… A sensação é de uma comemoração para mim. No fim, é isso que parece. Obrigado!”

Ele se emocionou ainda mais depois de se dirigir à sua mulher, Mirka. “Minha esposa me deu muito apoio”, disse. “Ela poderia ter me parado há muito tempo, mas não fez isso. Ela me manteve competindo e permitiu que eu jogasse.”

O anúncio da aposentadoria

Em comunicado emitido na quinta-feira 15, Federer recordou que, nas três temporadas mais recentes, enfrentou uma série de lesões e cirurgias. Apesar do esforço para retornar às competições, o suíço disse que “conhece os limites e as capacidades” do seu corpo e que “a mensagem é clara”.

“Joguei mais de 1,5 mil partidas ao longo dos últimos 24 anos”, contou. “O tênis me tratou com mais generosidade do que eu poderia sonhar. Agora, preciso reconhecer quando é a hora de encerrar minha carreira competitiva.”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

  1. FEDERER, PARABÉNS POR SUA VIDA INCANSÁVEL E NOS FAZENDO FELIZES! EMOCIONANTE E FANTÁSTICO! EDUCADO E SIMPÁTICO. JOGANDO COM AMOR EXPRESSO EM SEU ROSTO POR SORRISOS! PERFEIÇÃO NOS GESTOS E BATIDAS! TIVE SORTE POIS O VI JOGAR EM NEW YORK POR DUAS VEZES E NO BRASIL! A BENÇÃO DE DEUS SEMPRE!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.