-Publicidade-

FMI está mais animado com retomada econômica da América Latina

Entidade apresenta nova previsão para o PIB da região
Foto: Canva
Foto: Canva | economia - pib - fmi - américa latina e caribe

Entidade apresenta nova previsão para o PIB da região

economia - pib - fmi - américa latina e caribe
Foto: Canva

O Fundo Monetário Internacional (FMI) apresentou no sábado, 31, sua mais nova projeção a respeito do cenário econômico na América Latina e no Caribe. De acordo com a nova previsão da entidade internacional, o Produto Interno Bruto (PIB) da região fechará 2020 com queda inferior às estimativas iniciais.

Leia mais: “Abraham Weintraub é eleito diretor-executivo no Banco Mundial”

Agora, o FMI aponta que o PIB da região encerrará o ano com retração de 8,1% em comparação com o desempenho registrado em 2019. Diretamente afetado pela pandemia de covid-10, o indicador demonstra, no entanto, uma recuperação. Anteriormente, o órgão monetário previa que a produção econômica local sofreria queda de 9,4%.

Para o Brasil, detentor da maior economia da região analisada, a previsão é de queda do PIB abaixo da média: -5,8% em relação ao ano anterior. Demonstrando ânimo com a retomada do país, o FMI projeta que a economia brasileira crescerá em 2021. Pelos cálculos divulgados pelo fundo, o PIB brasileiro fechará o próximo ano com 2,8% de crescimento.

Esquerda mal

Países controlados pela esquerda, como Argentina e Venezuela, ajudam a jogar para baixo a perspectiva de retomada econômica da América Latina. Na Argentina, o FMI prevê queda 11,8% da economia no consolidado de 2020. A Venezuela, por sua vez, aparece no topo de maiores declínios do PIB, com estimativa de tombo na casa dos 25%.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. A economia de Países da América Latina, governados pela Esquerda, como Venezuela e Argentina, está em frangalhos. A ESQUERDA NUNCA SE ENDIREITA.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês