França muda o tom do azul na bandeira

O azul-marinho volta a ser a cor oficial num gesto político do presidente Emmanuel Macron
-Publicidade-
Foto: jacqueline macou/ Pixabay
Foto: jacqueline macou/ Pixabay | Macron Primeiro-ministro

O presidente Emmanuel Macron determinou que a bandeira francesa volte a usar o azul-marinho. Desde 1976, o tom era mais claro, numa referência à adesão da França à Comunidade Europeia. “(O ex-presidente Giscard D’Estaign) tinha mudado esse azul por razões estéticas durante a reaproximação com a Europa”, declarou o chefe de operações do palácio presidencial, Arnaud Jolens, ao jornal Le Figaro. “Mas não era a verdadeira bandeira francesa.”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. Macron casou com o Mumm Rá, da palpites em terras alheias e sua atitude mais importante e mudar o tom do azul da bandeira da França, toma tenência

  2. Realmente uma decisão incrivelmente corajosa e importante para o mundo – Micron é exemplo maior de “estadista” com “e” minúsculo.

  3. França já fez muitas merdas por conta da “eurorização”! A Inglaterra ao contrário sempre fincou o pé até que aconteceu o Brexit! A meu ver vou uma vitória da Inglaterra conservadora.

  4. Não basta gostar de mulher feia; não basta passar vergonha a nível internacional; não basta ser um líder em franca decadência; não basta ver seu país se derretendo numa sopa muçulmana.
    Precisamos mudar o tom da cor da bandeira.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.