Governo da Rússia dá ultimato para multinacionais

Ministério da Economia informou que vai assumir o controle de empresas com participação estrangeira que abandonaram o país
-Publicidade-
A lista de marcas globais que estão abandonando a Rússia está crescendo a cada dia
A lista de marcas globais que estão abandonando a Rússia está crescendo a cada dia | Foto: Divulgação/Pixabay

O governo da Rússia vai tomar o controle e até nacionalizar multinacionais que estão deixando o país devido à invasão da Ucrânia, de acordo com comunicado do Ministério da Economia nesta quinta-feira, 10.

Essa é a primeira resposta do governo à fuga de multinacionais, como Coca-Cola, McDonald’s, Starbucks e Ikea.

O ministério traçou novas políticas para assumir o controle temporário de companhias que estão saindo do país que tenham mais de 25% de participação estrangeira. Os proprietários teriam cinco dias para retomar a atividade ou recorrer a outras opções, como vender sua participação.

-Publicidade-

De acordo com as propostas, um tribunal de Moscou analisaria pedidos de membros do conselho e outros para trazer gerentes externos. O tribunal poderia então congelar ações de empresas estrangeiras como parte de um esforço para preservar propriedades e funcionários.

O Ministério da Economia disse ainda que as medidas se aplicariam a empresas cuja administração, incluindo acionistas, efetivamente encerrou o controle da atividade em violação às leis russas. As empresas cuja administração deixou a Rússia ou transferiu ativos a partir de 24 de fevereiro também podem estar sujeitas às novas regras.

Ainda de acordo com o ministério, as empresas que passam por aquisições externas podem ser reembaladas e vendidas em leilão após três meses. Os novos proprietários teriam que preservar dois terços dos empregos e manter as empresas funcionando na Rússia por um ano. As medidas, no entanto, ainda não foram aprovadas.

A lista de marcas globais que estão abandonando a Rússia está crescendo a cada dia, à medida que algumas das maiores corporações do mundo, de energia a bens de consumo e eletrônicos, suspendem as operações no país.

O Ministério da Economia sugeriu que suas medidas seriam mais voltadas para o leilão de ativos do que para a nacionalização.

“O projeto visa a incentivar as organizações sob controle estrangeiro a não abandonar suas atividades no território da Federação Russa”, explicou o governo.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

12 comentários Ver comentários

  1. Só estou curioso de fato, como no caso da Coca Cola, irão fabricar uma Vodka Cola no lugar? O mesmo raciocínio se aplica a um sem número de multinacionais que atuam por lá. Irão adquirir os insumos da China?

  2. É um jeito de tomar tudo o que é dos outros…igualzinho China…Coreia do Norte…Venezuela…Argentina no mesmo caminho…isto é o comunismo declarado …e ainda tem imb3cil que apoia este tipo procedimento…”se não vencermos nas urnas , nós tomamos”…fala do inútil z3 d3rceu…

  3. Os piratas russófobos do Ocidente não contaram com o lance fenomenal dos russos.

    A selvageria ocidental é mesmo prodigiosa. Até a sopranista russa Anna Netrebko foi demitida da Metropolitan Opera em NY por ter ligações com Putin.

    1. E eles tem c* para isso, o que é Venezuela e Bolívia frente ao mercado russo. Eu sou a favor que nacionalize tudo e expulse os desgraçados americanos de lá, temos que impor sanções aos golpistas americanos.

      1. E eu sou a favor que expulse um pau-no-cu igual a você e te mande para um campo de trabalhos forçados na China, que você deve adorar. Vai procurar um serviço seu inútil.

      2. ??? Caro José!
        Você deve ser comunista… do século XIII.
        Os EUA conseguiram dar emprego e qualidade de vida a seu povo e a todos os imigrantes e ainda ajudar o mundo a ser desenvolvido e próspero.

      3. Eu como conservador, não consigo ler um matéria em site esquerdista, mas eles adoram esta seguindo site sério com credibilidade. Parabéns revista Oeste! Esses sabem da falta de credibilidade dos site de esquerda, q procura informação com vc.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.