Inflação no Canadá atinge maior alta em 40 anos

O preço da gasolina foi o grande vilão
-Publicidade-
Nas bombas, o combustível ficou 12% mais caro para os canadenses
Nas bombas, o combustível ficou 12% mais caro para os canadenses | Foto: Reprodução/Unsplash

A taxa de inflação anual do Canadá acelerou para 7,7% em maio, registrando a maior alta desde janeiro de 1983. O índice foi divulgado pelo Escritório Nacional de Estatísticas do país nesta quarta-feira, 22.

No mês passado, a elevação da inflação ocorreu, em grande parte, por causa do preço mais alto da gasolina, que subiu 12% em maio. Segundo a divulgação, isso foi em decorrência da alta do petróleo, resultado da incerteza da oferta em meio à invasão da Ucrânia, bem como da maior demanda pelo combustível.

Serviços como hotéis e restaurantes também contribuíram para a elevação do índice, com as acomodações 40% mais caras. Os custos com a energia elétrica também subiram, chegando a 35% em maio, na comparação anual.

-Publicidade-

Os preços dos alimentos permaneceram elevados em maio, com o valor médio quase 10% maior. Com esse cenário, os canadenses relataram que os produtos alimentícios foram os que mais pesaram no custo de vida das famílias. As interrupções na cadeia de suprimentos, os custos mais altos de transporte e insumos continuaram pressionando a inflação no Canadá.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.