Revista Oeste - Eleições 2022

Israel decreta fim do passaporte sanitário

O premiê justificou a medida afirmando que a onda de contágio relacionada à variante Ômicron está diminuindo rapidamente
-Publicidade-
Atualmente, quase metade da população de Israel recebeu três doses da vacina da Pfizer
Atualmente, quase metade da população de Israel recebeu três doses da vacina da Pfizer | Foto: Pixabay

Israel decretou o fim do passaporte sanitário no país. A medida foi anunciada na quinta-feira 17 pelo primeiro-ministro Naftali Bennett. O premiê justificou a medida afirmando que a onda de contágio relacionada à variante Ômicron do coronavírus está diminuindo rapidamente.

No começo de fevereiro, o governo já havia determinado a suspensão do passaporte verde — como se chama o passaporte sanitário em Israel — para a entrada em restaurantes, bares, cafés, hotéis e academias, mantendo apenas para casas de shows, cinemas e locais passíveis de aglomeração.

“Estamos pondo fim ao uso do passaporte verde, visto que a onda da Ômicron está freando, constatando-se uma forte queda no número de pessoas infectadas e em estado grave”, informou Bennett em um comunicado, depois de uma reunião com funcionários da saúde pública israelense.

-Publicidade-

Protestos contra o passaporte sanitário

Nesta semana, milhares de israelenses protestaram em Jerusalém contra as medidas sanitárias ligadas à pandemia. Tentando chegar ao Parlamento, o grupo provocou grandes engarrafamentos na segunda-feira 14.

Atualmente, quase metade da população de Israel recebeu três doses da vacina da Pfizer. Segundo as autoridades sanitárias, isso ajudou a reduzir o número de internações no auge da onda causada pela variante Ômicron.

No fim de janeiro, uma quarta dose do imunizante foi liberada para maiores de 18 anos imunossuprimidos ou na linha de frente na luta contra a covid-19. Nas últimas semanas, o primeiro-ministro reiterou que quer combater o coronavírus através da vacinação, sem “bloquear” a economia do país, que encolheu muito nos primeiros meses da pandemia.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.