Japão propõe aliança de países contra a China

Primeiro-ministro ressaltou a importância da política de enfrentamento ao país asiático
-Publicidade-
Mandatário participou do Fórum Econômico Mundial
Mandatário participou do Fórum Econômico Mundial | Foto: Divulgação/Flickr

Com o objetivo de promover um “Indo-Pacífico livre”, o primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, defendeu nesta sexta-feira, 29, uma aliança anti-China entre seu país, os Estados Unidos, a Austrália e a Índia. Recentemente, essas nações tiveram desentendimentos diplomáticos com o país oriental, sobretudo devido às suspeitas de que o Partido Comunista ocultou do Ocidente o potencial do coronavírus — cientistas denunciaram pressão do governo para que mentissem sobre o patógeno.

Em sessão on-line do Fórum Econômico Mundial, Suga ressaltou a importância da política de enfrentamento ao país asiático. Isso porque o Japão contesta as reivindicações do Partido Comunista sobre as rotas marítimas da região, vitais para a economia, como no mar do Sul da China. Também o premiê reafirmou que o Japão irá levar adiante a Olimpíada, que foi adiada do ano passado para junho, em razão do surto de covid-19. O evento será uma prova de “coragem e esperança”, afirmou Suga.

Leia também: “Chineses fazem ameaça de guerra à Taiwan”

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários Ver comentários

  1. Esta muito claro que o PCC provoca para ver até onde pode avançar. Caso as democracias não reajam , em pouco tempo todos estaremos de joelhos para o totalitarismo.
    Algo parecido aconteceu na década de 1930, pouco antes de Hitler invadir todos seus vizinhos.

    1. Sim. Chamberlain chamou essa lógica de “paz em nosso tempo”. Deixaram Hitler aprontar impunemente por 10 anos, achando que uma hora ele ia sossegar. Deu no que deu. Nas palavras de Churchill, entre a guerra e a desonra, escolheram a desonra e ainda assim conseguiram uma guerra.

    1. A história não é bem esta. Informe-se e verá que os EUA não se renderam ao comunismo. Veja a página, por exemplo, Geopolítica e Operação Retomada no Youtube e no Telegram, entre outras, e verás que a história é bem diferente da contada pela mídia venal, globalista, e bandida.

  2. O Japão sempre foi um exemplo de superação para a Mundo , se tivessem condições físicas e geográficas melhores com certeza seriam a maior potência do mundo !

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.