-Publicidade-

Mais de 11 mil execuções extrajudiciais na Venezuela desde 2012

O Comitê de Familiares Vítimas de Violência afirma que 11.328 venezuelanos foram executados de forma extrajudicial desde janeiro de 2012
Forças de segurança venezuelanas que são utilizadas na repressão a opositores | Foto: 	Carlos Díaz/Flickr
Forças de segurança venezuelanas que são utilizadas na repressão a opositores | Foto: Carlos Díaz/Flickr | Venezuelanos - executados - extrajudicial - 2012

Denuncia foi feita pelo Comitê de Familiares Vítimas de Violência; forças de segurança da ditadura reprimem de forma violenta a oposição

Venezuelanos - executados - extrajudicial - 2012
Forças de segurança venezuelanas que são utilizadas na repressão a opositores | Foto: Carlos Díaz/Flickr

O Comitê de Familiares Vítimas de Violência afirma que 11.328 venezuelanos foram executados de forma extrajudicial por órgãos de segurança desde janeiro de 2012.

Nos últimos dois anos, de acordo com a organização, 571 mortes aconteceram por membros das Forças de Ação Especial da ditadura de Nicolás Maduro.

Veja também: “Venezuela possui 367 presos políticos”

Entre janeiro e março deste ano, eles contabilizaram 357 novas execuções extrajudiciais, informa o jornal venezuelano El Nacional.  Grande parte das execuções são de homens com menos de 25 anos.

55% dessas execuções, informa a Comitê de Familiares Vítimas de Violência, aconteceram em plena luz do dia, com o objetivo de demonstrar a força da repressão do regime ditatorial do país.

Mais: “Colômbia expulsa suposto espião da Venezuela”

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês