McDonald’s sofre ataque hacker nos Estados Unidos, na Coreia do Sul e em Taiwan

A invasão não interrompeu o funcionamento dos restaurantes
-Publicidade-
Foto: Redes Sociais/McDoanld's
Foto: Redes Sociais/McDoanld's

Hackers roubaram dados do McDonald’s em mercados como Estados Unidos, Coreia do Sul e Taiwan. A rede de fast food confirmou que recentemente contratou consultores para investigar atividades não autorizadas em seu sistema interno. A medida foi motivada por um acesso não autorizado interrompido uma semana depois de ter sido descoberto. O ataque não paralisou o funcionamento dos restaurantes e os invasores não exigiram nenhum pagamento da empresa — diferentemente do que ocorreu recentemente com a JBS.

De acordo com uma mensagem da companhia aos funcionários norte-americanos, a violação deu acesso a dados de contato comercial dos colaboradores e franqueados do país, juntamente com informações sobre a capacidade dos restaurantes.

A empresa também afirmou que dados de clientes e funcionários foram roubados pelos invasores em Taiwan, e o mesmo ocorreu com funcionários da rede na Coreia do Sul.

-Publicidade-

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro