Mesmo com o coronavírus, a vida segue normal na Bielorrússia

Presidente do país sugere vodca e sauna contra a doença.
-Publicidade-
O presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko
Foto: Ron Przysucha/ Public Domain
O presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko Foto: Ron Przysucha/ Public Domain

Com pouquíssimas medidas de contenção e poucos casos, o presidente pede que os bielorrussos continuem trabalhando normalmente

O presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko
O presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko
Foto: Ron Przysucha/ Public Domain

Alexander Lukashenko está na presidência da Bielorrússia há 26 anos. A ex-república soviética com pouco mais de 9 milhões de habitantes é considerada uma das últimas ditaduras da Europa.

-Publicidade-

O presidente acusa os países que estão isolando a sua população por conta do coronavírus de serem vítimas de uma “psicose” e está defendendo que vodca e sauna são eficazes contra o vírus.

Lukashenko está incentivando que os bielorrussos continuem a trabalhar normalmente. Eventos esportivos, como partidas de futebol e hóquei no gelo, não foram interrompidos. No último sábado, 30, o próprio presidente foi assistir a uma partida de hóquei na arena.

As escolas, lojas e demais serviços continuam abertos e funcionando normalmente. O ministério da saúde afirma que está preparado para qualquer emergência, afirmou a vice-ministra da Saúde, Yelena Bogdan, em uma reunião da pasta.

De acordo com os dados do governo, que não são transparentes ou confiáveis, a Bielorrússia tem 152 casos confirmados pelo coronavírus, sem nenhuma morte. O país está exigindo que todos os estrangeiros passem por uma quarentena de 14 dias ao chegar.

Com informações Estadão Conteúdo

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.