Milhares de empresas da UE podem fechar, adverte confederação

Elevado preço da energia já começa a impactar a atividade econômica e entidade pede solução à Comissão Europeia
-Publicidade-
Segundo a confederação, estima-se que 70% da produção de fertilizantes da Europa foi fechada ou desacelerada, enquanto 50% da capacidade total de alumínio foi perdida
Segundo a confederação, estima-se que 70% da produção de fertilizantes da Europa foi fechada ou desacelerada, enquanto 50% da capacidade total de alumínio foi perdida | Foto: Reprodução/Pixabay

Em uma carta à presidência da Comissão Europeia, a Confederação de Empresas Europeias (Business Europe) informou que milhares de empresas do bloco estão em risco de fechar as portas em breve, em virtude da alta dos preços da energia no continente. Enviado nesta quinta-feira, 29, o texto apela por urgência em medidas que atenuem a crise.

“O estado atual dos altos preços do gás e da eletricidade traz o risco iminente de perdas de produção e fechamento de milhares de empresas europeias”, advertiu a Business Europe, na carta. “Encontrar urgentemente maneiras em nível da UE para mitigar o impacto dos preços de energia paralisantes enfrentados pelas empresas europeias é uma questão de sobrevivência.”

Os países-membros têm tentado fechar um plano para enfrentar a crise energética, gerada pela redução, num primeiro momento, e depois, pelo corte total no fornecimento de gás natural pela Rússia. As sanções europeias, pela invasão da Ucrânia, fizeram com que o governo de Vladimir Putin deixasse de fornecer o produto aos europeus.

-Publicidade-

Os ministros de Energia de todos os países do bloco terão mais uma reunião em Bruxelas, cujo objetivo será estabelecer um teto de preço para o custo do gás. Qualquer membro do bloco somente comprará o produto pelo preço que poderá ser estabelecido na reunião. Mas, como há diferenças gritantes nas matrizes energéticas de cada país, um consenso pode não ser fácil.

“As estimativas mostram que 70% da produção de fertilizantes da Europa foi fechada ou desacelerada, enquanto 50% da capacidade total de alumínio foi perdida”, observou a confederação, acrescentando que “existe um perigo real de que as empresas e, em particular, as indústrias intensivas em energia, se mudem permanentemente para fora da Europa”.

A desindustrialização é, de fato, um perigo. Reportagem do Wall Street Journal mostrou que diversas empresas europeias que fabricam aço, fertilizantes e outras matérias-primas da atividade econômica estão transferindo suas operações para os Estados Unidos, atraídas por preços de energia mais estáveis e incentivo fiscal do governo norte-americano.

Por isso, a Business Europe requer uma medida emergencial dos formuladores de políticas do bloco, que “devem considerar urgentemente uma medida temporária em toda a UE para dissociar os preços da eletricidade dos preços do gás”. “Esta medida excepcional só pode ser justificada pela situação excepcional do mercado de energia”, acrescentou, na carta.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. Resultado da política da NOVA ORDEM MUNDIAL vermelha: Enfraquecer as nações por meio das pautas políticas da esquerda e falir tudo para entregar os frangalhos dos países a um futuro governo mundial unificado, comunista e totalitarista! A ONU provavelmente assumirá esse papel…

  2. Certos governantes nem precisavam ser muito inteligentes. Bastava usarem o senso comum e ouvir atentamente avisos explícitos. Mas certas ideologias perseguem outros propósitos. Pelo menos serve de exemplo e alerta para os outros países. O triste é que o povo é quem paga pelas más escolhas.

  3. Estavam com tempo de sobra para atacar o Brasil, agora se virem com seus problemas, europeus arrogantes.
    Se eu fosse europeu, começava a juntar lenha. O inverno vai ser longo…

    1. Agora entendi que a formação do bloco União Europeia foi inicio do projeto da Nova Ordem Mundial , formando blocos para responder futuramente a um único Governo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.