Neal Adams, referência dos quadrinhos, morre aos 80 anos

Artista foi responsável por revitalizar as HQs do Batman a partir dos anos 60
-Publicidade-
Adams também foi grande defensor dos direitos dos quadrinistas | Foto: Reprodução/Instagram
Adams também foi grande defensor dos direitos dos quadrinistas | Foto: Reprodução/Instagram

O quadrinista Neal Adams morreu nesta quinta-feira, 28, aos 80 anos. A informação foi divulgada hoje pelo Hollywood Reporter, após comunicado da esposa do artista. Ele se destacou na profissão depois de realizar trabalhos na Marvel e DC Comics nos anos de 1960 e 1970.

Seu trabalho também foi marcado pela parceria com Dennis O’Nell. Ambos foram responsáveis por dar um tom mais sombrio ao Batman no período entre a série de TV dos anos 1960 e o primeiro filme de Tim Burton, em 1989. Ele também introduziu novos vilões na revista do Homem Morcego, como Man-Bat e Ra’s al Ghul.

Adams também assinou a arte de HQs dos X-Men, Quarteto Fantástico e Jovens Vingadores. Ao lado de O’Neil, o artista nascido em Nova York, nos Estados Unidos, foi criador de John Stewart, o Lanterna Verde negro, ainda nos anos 1970.

-Publicidade-

Neal também foi defensor de melhores condições para os artistas de HQs e lutou por maior domínio dos direitos autorais das obras.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.