OMS recorre a alfabeto grego para nomear variantes do coronavírus

A organização reuniu especialistas em nomenclatura e taxonomia para adotar nomes 'simples e fáceis de dizer e memorizar'
-Publicidade-
Variantes do novo coronavírus são 'rebatizadas' pela OMS
Variantes do novo coronavírus são 'rebatizadas' pela OMS | Foto: Divulgação/Unsplash

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira, 31, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que vai utilizar letras do alfabeto grego para nomear as variantes do novo coronavírus que sejam consideradas de interesse ou de preocupação, evitando a designação “estigmatizante e discriminatória” com referência ao local onde foram detectadas pela primeira vez.

A OMS diz, no comunicado, que reuniu um grupo de especialistas em nomenclatura e taxonomia de vírus para adotar designações “simples e fáceis de dizer e memorizar”.

-Publicidade-

Detectada pela primeira vez no Reino Unido, a variante B.1.1.7 foi “rebatizada” de Alpha. Já a B.1.351, originada na África do Sul, foi chamada de Beta. A variante P.1, identificada no Brasil, Gamma. Já as sublinhagens B.1.617.1 e B.1.617.2 da variante B.1.617, com origem na Índia, foram nomeadas Kappa e Delta, respectivamente.

O comunicado da OMS ainda pontua que a medida visa a “simplificar as comunicações públicas”. Os novos nomes não substituem os nomes científicos das variantes, considerados mais difíceis de pronunciar e memorizar. Eles continuarão a ser usados no contexto de trabalhos científicos, diz a OMS.

Leia também: “Vietnã registra nova variante do coronavírus”

Com informações do jornal Público

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comments

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site