-Publicidade-

Ópera de Sydney volta a funcionar em 5 de janeiro

Ocupação será limitada a 75% da capacidade e o público terá de usar máscaras
Queima de fogos na Ópera de Sydney
Queima de fogos na Ópera de Sydney | Foto: Divulgação/Redes Sociais

A Ópera de Sydney, na Austrália, vai reabrir nesta terça-feira, 5 de janeiro. Fechado há nove meses em razão da pandemia, o local voltará a ter apresentações, com a estreia do espetáculo The Merry Widow (“A Viúva Feliz”, em tradução livre). O público terá de usar máscara e a ocupação máxima permitida na plateia será de 75%.

Lyndon Terracini, diretor artístico da Ópera de Sydney, disse acreditar que outros teatros de ópera logo retomarão suas atividades. “Acho que outros teatros de ópera vão abrir muito em breve, e as pessoas voltarão ao teatro com sentimento de esperança”, afirmou.

Em dezembro, 488 australianos foram diagnosticados com o novo coronavírus e dois morreram com a doença. O país tem cerca de 25 milhões de habitantes.

Leia também: “Escolas vão reabrir na Itália em janeiro”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês