Os furacões não estão maiores. Nem mais frequentes

O pesquisador norte-americano Michael Shellenberger afirma que a imprensa mundial tem divulgado informações mentirosas sobre o assunto
-Publicidade-
Dados mostram a diminuição da frequência
Dados mostram a diminuição da frequência | Foto: Reprodução/Twitter

Os furacões não estão ficando maiores, de acordo com Michael Shellenberger. O pesquisador afirmou em um artigo de outubro que a análise dos dados mostra que o tamanho desses eventos naturais não aumentou, diferente do que tem sido relatado pela imprensa dos Estados Unidos. O texto recebe o título de Media lying about climate and hurricanes (A mídia está mentindo sobre o clima e furações, em tradução livre).

Em 2008, a revista Time considerou Shellenberger um “herói do meio-ambiente”. Na época, ele foi coautor de um ensaio intitulado The death of environmentalism” (A Morte do Ambientalismo, em tradução livre). O texto defendia que não havia ocorrido um progresso real para conter as mudanças climáticas, apesar de toda a atenção da mídia e da arrecadação de fundos.

Os furacões não estão maiores

-Publicidade-

Segundo a publicação feita pelo pesquisador no mês passado, é mentira dizer que as mudanças climáticas estão deixando os furacões mais frequentes ou intensos. Shellenberger explica, por exemplo, que os prejuízos financeiros causados pelos desastres naturais são maiores porque o crescimento econômico ampliou as áreas ocupadas. Ou seja: se há mais bens como construções, carros, móveis, etc, a quantidade de itens destruídos será maior.

“Os custos crescentes dos danos causados ​​pelos furacões pode ser explicado inteiramente por mais habitantes e mais propriedades em perigo”, escreve. “Considere o quão mais desenvolvida Miami Beach é hoje em comparação com um século atrás. Uma vez ajustado para o aumento da riqueza, não há tendência de aumentar o dano.” E complementa: “As alegações de que os furacões estão se tornando mais frequentes são igualmente erradas”.

Shellenberger cita informações de órgãos como a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (Noaa, na sigla em inglês). Segundo o pesquisador, a instituição prevê a redução de 25% na frequência dos furacões. Além disso, os registros mostram uma ligeira tendência de diminuição nessas tempestades depois do ano 1900.

Quanto a intensidade dos furacões, comenta o especialista, a Noaa até prevê um aumento de 5% nesse quesito até 2100. Mas nada que possa ser detectável no curto prazo. E esse crescimento da força das tempestades ocorrerá em razão da diminuição da quantidade em que elas vão ocorrer.

Ao mesmo tempo, reportagens da imprensa internacional descreveram cenários que sugerem o oposto. Para Shellenberger, está claro que alguns repórteres procuram deliberadamente convencer seus leitores e ouvintes da falsa impressão de que os furacões estão se tornando mais frequentes e intensos. As quatro principais estratégias são: deturpação de dados, distorção das hipóteses, seleção das informações e confundir a dimensão dos danos.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. ALERTA!

    A 3° GRANDE VIRADA DE PREDOMINÂNCIA ELEMENTAR, ENCONTRA-SE BEM PRÓXIMA!

    Esses que acham que sabem alguma coisa, mas além de não saberem quem de facto são, também não sabem onde vivem…

    Que parcialmente conheciam apenas as 4 UNIDADES ELEMENTARES CÓSMICAS, mas desconheciam a 5° que descobri, ficando assim corretamente ordenadas:

    1° UNIDADE ELEMENTAR CÓSMICA FOGO.
    2° UNIDADE ELEMENTAR CÓSMICA TERRA.
    3° UNIDADE ELEMENTAR CÓSMICA ÁGUA.
    4° UNIDADE ELEMENTAR CÓSMICA AR.
    5° UNIDADE ELEMENTAR CÓSMICA EC.

    Tanto é que todos os PLANETAS começaram pela 1° FOGO, incluindo o nosso…

    Não sabem quem são muito menos onde vivem, porque desconhecem que por habitarem o 3° MACRO ELEMENTO ORBITAL ATÔMICO = PLANETA-H3 que chamam primitivamente e equivocadamente de TERRA uma vez que TERRA sempre foi é e sempre será apenas uma das 5 UNIDADES ELEMENTARES CÓSMICAS como FOGO, ÁGUA, AR e EC também são, e não PLANETA…

    Conferir acima que TERRA é a 2° UNIDADE ELEMENTAR CÓSMICA, e jamais PLANETA…

    E a prova maior disso, é que em nosso MACRO ÁTOMO chamado primitivamente e indevidamente de nosso SISTEMA SOLAR… Inexistem os PLANETAS FOGO, ÁGUA, AR e EC…

    Ignoram também que por possuirmos nossos corpos PREDOMINANTEMENTE compostos pela 3° UNIDADE ELEMENTAR CÓSMICA ÁGUA… Habitando o 3° MACRO ELEMENTO ORBITAL ATÔMICO = PLANETA-H3 indevidamente TERRA… SERES ELEMENTARES H3 somos, e não seres humanos…

    O PIOR DE TUDO:

    Que a 2° GRANDE VIRADA DE PREDOMINÂNCIA ELEMENTAR ocorrida numa época de quase total desconhecimento científico e total desconhecimento do ÁTOMO, por ter sido precedida por FORTES CHUVAS E GRANDES INUNDAÇÕES, foi registrada por vários povos não somente os hebreus/Moisés, simplesmente como DILÚVIO…

    E que todos que habitam esse 3° MACRO ELEMENTO ORBITAL ATÔMICO = PLANETA-H3 indevidamente TERRA:

    Encontram-se bem próximos da 3° GRANDE VIRADA DE PREDOMINÂNCIA ELEMENTAR, necessária para barrar a extrema maldade e ganância desmedida, do tolo homem.

    3° GRANDE VIRADA DE PREDOMINÂNCIA ELEMENTAR, que diferentemente da 2°, não será precedida por FORTES CHUVAS E GRANDES INUNDAÇÕES… E sim por GRANDES CORRENTES DE AR “GRANDES VENTANIAS”… Chegando até mesmo uma, tornar-se global.

    Quem mais velho é, sabe que em PINDORAMA “PARAÍSO DAS PALMEIRAS” “BRASIL”, nação escolhida como a GRANDE ISRAEL, e referência:

    Até pouco tempo, não se registrava FORTES VENTANIAS destruindo casas… Cidades… Virando barcos… E até grandes carretas.

    O pior de tudo, é que mesmo tendo alertado todos os governantes do PLANETA-H3 indevidamente TERRA em 2017 através das embaixadas em PORTUGAL e nosso blogger DESCOBERTAS CIENTÍFICAS AVANÇADAS:

    Nenhum preparo e medida necessária, foi de facto tomada.

    Não será o FIM DO MUNDO como a 2° conhecida apenas como DILÚVIO, também não foi.

    Mas apenas os que se prepararem adequadamente, inclusive renunciando maldades e ganâncias extremas:

    Sobreviverão, como não só a família NOÉLICA sobreviveu a 2° simplesmente DILÚVIO, e sim também outras famílias.

    Mais uma vez, famílias serão escolhidas.

    Quem esse aviso ignorar, terá o mesmo destino, que tiveram todos aqueles, que também ignoraram a SEGUNDA.

    Não sou PROFETA das religiões-ainda-a-desestagnar… Também não sou cientista das ciências-ainda-a-avançar:

    Sou apenas alguém, que não por mim, mas por QUEM de facto tudo criou:

    Sabe o que está dizendo, e alertando.

  2. Lula tem acenado com várias propostas de cunho esquerdista radical em 2022, tais como revisão de privatizações, descontrole de gastos públicos, aumento de impostos volta da CPMF, libertação de bandidos, apoio financeiro a Cuba e Venezuela, perseguição a membros da Operação Lava Jato e partidos de oposição (direita), banimento de jornais e emissoras de oposição e maior abertura da economia brasileira ao capital chinês, inclusive à colaboração militar.

    Em termos geopolíticos, Lula presidente afasta o Brasil dos EUA e nos aproxima da China e da Rússia, que têm interesse em colocar mais bases militares na América do Sul, Atlântico Sul e Pacífico.

    Lula não pode ser eleito e, caso seja eleito, deve-se providenciar alguma maneira de impedi-lo de assumir.

  3. A imprensa mundial sempre vai divulgar informações mentirosas sobre o assunto porque ela é mantida pelos globalistas interessados em aterrorizar a população para dominação e servidão. As ” mudanças climáticas ” são as cerejas do bolo da pauta esquerdo / globalista

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.