Os números da economia argentina em 7 pontos

Alberto Fernández e Cristina Kirchner ainda não cumpriram a promessa de devolver el asado às mesas das famílias
-Publicidade-
A pobreza no país alcança 42% da população, cerca de 20 milhões de pessoas
A pobreza no país alcança 42% da população, cerca de 20 milhões de pessoas | Foto: Divulgação/Casa Rosada

Durante a campanha presidencial de 2019, o então candidato Alberto Fernández prometeu devolver à mesa das famílias argentinas “el asado” (carne/churrasco) que teria sido retirado por Mauricio Macri. Um ano e seis meses depois de assumir o Poder Executivo, os peronistas Fernández e Cristina Kirchner ainda não cumpriram o voto que fizeram. Abaixo, os dados da economia argentina dão conta de que:

1) A pobreza alcança 42% da população, cerca de 20 milhões de pessoas, conforme o Instituto Nacional de Estatísticas e Censos (Indec)

2) A extrema pobreza chega a aproximadamente 5 milhões de pessoas, ou 10,5% dos argentinos, ainda segundo o Indec

-Publicidade-

3) O desemprego é de 28,5%, de acordo com a Universidade Católica da Argentina

4) O Indec garante que a inflação é de 48,8%

5) “El asado” aumentou 92% em 12 meses, conforme o Índice de Preços ao Consumidor daquele país

6) 73% das famílias de classe média têm algum tipo de dívida

7) As microempresas quebradas chegam a 41, 2 mil, segundo a Confederação Argentina de Médias Empresas

As informações foram transmitidas pelo jornalista do La Nación Jonatan Viale. Assista:

Leia também: “Os verdadeiros números da economia brasileira”, reportagem publicada na Edição 64 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 comentários

  1. A vizinha Venezuela não serviu de exemplo e los hermanos pagaram pra ver. E estão pagando muito caro. Espero e peço a Deus que em 2022 tenhamos menos esquerdopatas no Congresso Nacional.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site