Pandemia reduz comércio mundial de serviços em 2020

O levantamento foi feito pela Confederação Nacional da Indústria com base em dados fornecidos pela Organização Mundial do Comércio
-Publicidade-
Déficit das contas externas no Brasil em 2020 deve ser o menor em 13 anos | Foto: Gerd Altmann/Pixabay
Déficit das contas externas no Brasil em 2020 deve ser o menor em 13 anos | Foto: Gerd Altmann/Pixabay | Foto: Gerd Altmann/Pixabay

Somando importações e exportações, o Brasil registrou queda de 26% no fluxo de serviços no ano passado. Foram US$ 75 bilhões em 2020 ante U$ 95 bilhões em 2019. O levantamento foi feito pela Confederação Nacional da Indústria com base em dados fornecidos pela Organização Mundial do Comércio. Os números apontam para uma redução global durante o primeiro ano da pandemia.

Leia também: “Banco Central alerta para gastos do governo federal durante a pandemia”

Em 2020, o comércio mundial de serviços atingiu o menor valor desde 2013. O resultado do ano passado ficou em US$ 9,6 trilhões, um recuo de cerca de 20% sobre 2019. Neste mercado, Estados Unidos (líder mundial) e China apresentaram queda, respectivamente, de 22% e 26% no mesmo período.

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site