Pfizer: ‘Anvisa dos EUA’ libera uso emergencial para dose de reforço

FDA entendeu que a empresa mostrou estudos que confirmam a segurança de aplicação do imunizante
-Publicidade-
O anúncio foi feito na quarta-feira 22
O anúncio foi feito na quarta-feira 22 | Foto: Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo

Food and Drug Administration (FDA, na sigla em inglês, e equivalente à Anvisa, no Brasil) informou que vai conceder autorização de uso emergencial para uma dose de reforço da vacina da Pfizer. O anúncio foi feito na quarta-feira 22. O público-alvo a ser contemplado são pessoas com 65 anos ou mais, as que têm alto risco de doenças graves e aquelas cujos empregos as põem em risco.

“Adolescente tem infarto e morre 16 horas após tomar a 2ª dose da Pfizer”

“Depois de considerar a totalidade das evidências científicas disponíveis e as deliberações de nosso comitê consultivo de especialistas externos independentes, a FDA alterou a autorização emergencial de uso para a vacina Pfizer-BioNTech para permitir uma dose de reforço em certas populações”, esclareceu Janet Woodcock, comissária da FDA, em nota.

-Publicidade-

Leia também: “A supervacina”, reportagem publicada na Edição 39 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.