PIB da França recua 5,3% no primeiro trimestre

Esse é a maior queda do PIB francês desde 1968, quando o país foi tomado por uma série de manifestações de estudantes e por greves gerais.
-Publicidade-
Foto:  272447/Pixabay
Foto: 272447/Pixabay | PIB-França-Trimestre

Esse é o pior resultado desde 1968; expectativa é de uma queda de 20% no segundo trimestre

PIB-França-Trimestre
Foto: 272447/Pixabay

A França, a segunda maior economia da União Europeia, viu o seu PIB recuar 5,3% no primeiro trimestre em comparação ao anterior. Os dados foram divulgados pela INSEE — o IBGE francês —  e estão melhores que a estimativa inicial, de um recuo de 5,8%.

-Publicidade-

Esse é a maior queda do PIB francês desde 1968, quando o país foi tomado por uma série de manifestações de estudantes e por greves gerais, informa o G1.

Veja também: “Partido de Macron perde a maioria na Assembleia Nacional”

No último trimestre de 2019, por consequência de uma série de greves contra uma proposta de reforma da Previdência, a economia francesa havia caído 0,1%. Com dois trimestres seguidos de queda do PIB, a França entrou em recessão técnica.

Com o objetivo de combater a pandemia, o governo da França impôs ao país um dos mais duros lockdowns na Europa em meados de março. As restrições só começaram a ser relaxadas em 11 de maio.

MAIS: “União Europeia lança plano de 750 bilhões para o pós-coronavírus”

Para o segundo trimestre do ano, a INSEE espera que a economia pode ter um resultado ainda pior, com uma contração de 20%.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.