Polônia reage com gás e canhões de água contra migrantes da Bielorrússia

Milhares de pessoas acampam na região desde semana passada com objetivo de entrarem na União Europeia
-Publicidade-
União Europeia prevê novas sanções contra a Bielorrúsia, por acreditar que o país planeja enfraquecer a organização
União Europeia prevê novas sanções contra a Bielorrúsia, por acreditar que o país planeja enfraquecer a organização | Foto: Ministério da Defesa da Polônia/divulgação

Forças de segurança polonesas da localidade de Kuznica, ao leste do país, dispararam gás lacrimogêneo e canhões de água contra migrantes que arremessavam pedras na fronteira do país com a Bielorrússia , segundo informou o Ministério da Defesa da Polônia nesta terça-feira, 16.

Milhares de pessoas estão acampadas na região em condições precárias e a baixas temperaturas, na esperança de ingressar na União Europeia (UE). A organização internacional já impôs sanções econômicas contra a Bielorrússia, e estuda intensificar essas ações, por acreditar que o presidente Alexander Lukashenko planeja desestabilizar a UE ao incentivar o ato migratório.

-Publicidade-

“Migrantes atacaram nossos soldados e oficiais com pedras e estão tentando destruir a cerca e cruzar para a Polônia”, afirmou o Ministério da Defesa da Polônia em vídeo publicado nesta terça-feira.

A tensão entre os países teve início na semana passada, quando centenas de bielorrussos concentraram-se na região da travessia entre as cidades de Kuznica-Brusgi. Segundo a agência Reuters, apenas 100 migrantes dos cerca de 2 mil presentes na região estiveram nos confrontos.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.