Presidente da Argentina anuncia adiamento das eleições

O motivo: a epidemia de coronavírus
-Publicidade-
Decisão foi tomada depois de acordo costurado com a direita
Decisão foi tomada depois de acordo costurado com a direita

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, anunciou que as eleições do país este ano foram adiadas. O motivo: a epidemia de coronavírus. Em acordo costurado com a oposição, o Poder Executivo definiu que as primárias vão ocorrer em 12 de setembro (antes, era dia oito de agosto). Já a disputa geral, passará de 24 de outubro para 14 de novembro. “Conseguimos chegar a um acordo com os diferentes blocos para adiar as eleições deste ano, colocando a saúde e a vida das pessoas em primeiro lugar”, informou o ministro do Interior, Enrique de Pedro, em comunicado publicado na sexta-feira 7. Os pleitos vão renovar 127 das 257 vagas da Câmara dos Deputados e 24, das 72, do Senado.

Leia também: “O populismo pobre da Argentina”, reportagem publicada na Edição 30 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.