Presidente da Colômbia manda Exército para Cali após protestos violentos

Pelo menos quatro indígenas foram baleados na última noite; situação se agravou a partir do dia 28 de abril, quando começou a greve nacional convocada por centrais sindicais e organizações estudantis
-Publicidade-
Manifestações em Cali, na Colômbia, foram marcadas por violência e confronto entre indígenas e policiais
Manifestações em Cali, na Colômbia, foram marcadas por violência e confronto entre indígenas e policiais | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Pelo menos nove indígenas foram baleados no domingo 9, durante um protesto violento em Cali, na Colômbia. A cidade é o epicentro da série de manifestações que acontecem há 12 dias no país. Segundo as autoridades locais, três dos feridos estão em “estado grave”.

A região vem sofrendo escassez de produtos e suprimentos, o que aumenta a tensão. O presidente colombiano, Iván Duque, determinou o envio de reforço policial para “garantir a ordem pública na cidade e proporcionar tranquilidade à população”. O governo também decretou medidas de restrição à circulação nas ruas.

Leia mais: “ONU condena violência para conter protestos na Colômbia”

-Publicidade-

As Forças Armadas colombianas contam com 2,1 mil homens destacados para atuar na região, além de 10 mil agentes da Polícia Nacional.

A situação em Cali se agravou a partir do dia 28 de abril, quando começou a greve nacional convocada por centrais sindicais e organizações estudantis. O movimento indígena aderiu às manifestações.

Inicialmente, os protestos na Colômbia tinham como mote o repúdio à proposta de reforma tributária, lançada no dia 15 do mês passado e depois retirada pelo governo Duque.

Leia também: “Presidente da Colômbia aciona Exército para conter protestos contra reforma tributária”

Com informações da agência France-Presse

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro