Primeiro-ministro de Israel aconselha Zelensky a se render à Rússia

‘Se fosse você, pensaria na vida do meu povo e aceitaria a proposta de Vladimir Putin’, disse Naftali Bennett
-Publicidade-
Naftali Bennett é o primeiro-ministro de Israel
Naftali Bennett é o primeiro-ministro de Israel | Foto: Reprodução/Flickr

O primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, recomendou ao presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, que aceite a oferta do líder russo, Vladimir Putin, para encerrar o conflito no Leste Europeu. “Se fosse você, pensaria na vida do meu povo e aceitaria a proposta”, teria dito o líder israelense. A resposta, contudo, foi negativa. “Não temos intenção de nos render.

Para pôr fim à invasão, o Kremlin ordena que Kiev se renda militarmente; assegure, por meio constitucional, que não irá aderir à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) nem à União Europeia (UE); reconheça a Crimeia, invadida em 2014, como território russo; e aceite as repúblicas separatistas do Donbass (Donetsk e Luhansk) como independentes.

Nas últimas semanas, especialmente desde a visita de Bennett a Moscou, o gabinete do primeiro-ministro e a chancelaria israelense têm trabalhado para mediar o conflito entre Rússia e Ucrânia. Kiev, no entanto, não considera que a tentativa de mediação esteja surtindo efeito. Segundo o jornal The Jerusalem Post, funcionários do governo ucraniano entendem que Bennett está apenas atuando como mensageiro de ambos os países.

-Publicidade-

Não precisamos de uma caixa de correio”, disse um dos representantes ucranianos. “Temos o suficiente deles. Se Bennett quiser ser neutro e mediador, esperamos vê-lo nomear alguém para trabalhar nisso dia e noite, para que cheguemos a um acordo.” Kiev acredita que a postura neutra de Israel diante do conflito ocorre porque o país mantém relações com a Rússia.

Leia também: “Em meio à crise, gasoduto de Israel pode abastecer Europa”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

34 comentários Ver comentários

  1. Ótimo conselho.. porque a dita rendição é o que garantirá a existênica da Ucrânia. Vamos nos lembrar que os Palestinos, Iranianos querem aniquilar Israel do mapa.. por isso a comparação não é justa. A Russia não quer aniquilar a Ucrania do mapa.. ela quer garantias de que aquele país não receberá misseis da OTHAN. Pensemos o seguine.. imagine se a Russia tivesse um acordo com o México e Canadá… e nesse acordo pudesse colocar mísseis na fronteira com os EUA. Alguém aí acha que tanto México e Canadá são soberanos pra decidir isso sem entrar em guerra contra os Americanos?

  2. Estranho um israelense pedir que uma nação se renda,eles nunca se renderam porque sabiam que a rendição era o extermínio de Israel como nação, muito estranho esse primeiro ministro,acho que ele está com medo do êxodo dos judeus da Ucrânia pra Israel.

  3. Aproveitando o momento resignação do premier israelense, eu quero aconselhá-lo a devolver ao Estado da Palestina os territórios ocupados após a partilha de 1947. É uma forma fácil de tentar restabelecer a paz na região e acabar com o sofrimento de seu próprio povo e da população palestina.

  4. Gente, e se a Amazônia brasileira fosse invadida. Vc assinaria um tratado abrindo mão da floresta para sempre, se comprometeria de nunca desenvolver tecnologia nuclear, devolveria o Acre á Bolívia, etc, etc, etc. ? Hem , como ficaríamos ?

  5. O comediante é o Calça Atochada da Ucrânia, arrumou briga com um vizinho mais forte, está apanhando, masacrando sua população e ainda por cima tentando envolver o mundo na sua briga perdida!

  6. Cada país tem o Bolsonaro que merece, o povo da Ucrânia tem que expulsar esse merda, o complexo de inferiodade desse merda é grande, acabem com ele Ucranianos. Parem de orgulhos, isso está levando a destruição do país.

    1. Ei Zé Bebeto, comeu sua cota de capim hoje? , está sentindo falta de pão com “mortandela ”, já tomou seu Gadernal hoje, já pediu sua benção ao encantador de jumentos de nove dedos?, vê se te manca ô zé mané.

    2. Menino, não fale isso! Tudo bem que você ainda carrega, sobre os ombros a carga do pt, mas vou deixar aqui uma sugestão que cai tirar esse fardo tão pesado que wdtâ sobre os seus ombros. Eu sei, fique tranquilo, eu sei e tenho certeza,a que você quer tirar esse peso dos ombros. Então, deixo uma sugestão: em OUTUBRO DE 2022, vá até a sua Zona Eleitoral, e aperte 2 2 ( BINTE E DOIS ), e de forma imediata, você vai poder sentir que não andará mais curvado, a sua postura ficará ereta, seus ideais e pensamentos serão em prol da vida, da liberdade, do poder ir e vir para onde quiser, não precisará mais usar máscaras,nem mesmo aquelas que o seu antigo partido mandaca usar, não precisará mais ficar em casa. Olha quanta coisa boa você terá de volta! Lembre-se: em OUTUBRO DE 2022, na cabine da sua Zona Eleitoral, aperta os dois números 2 2 ( VINTE E DOIS ), para dar os primeiros passos de liberdade!!! Beijo 💋 no coração ❤, bebê!

  7. É mais fácil então, mandar alguém do serviço secreto israelense dar um sumiço no também judeu Zé Lenski. É um método mais rápido e menos danoso para a Ucrânia que, em última análise, é o germe da chama da mãe Rússia, quando se formou o principado de Rus’ em Kiev, na época, Moscou era apenas uma aldeia fortificada, fundada pelo principe Vladimir I, que não era o Vladimir Putin, como um posto avançado.

  8. Se Zelensky faz isso o povo simplesmeste vai ignora-lo. Quem acompanha de perto essa guerra sabe que os ucranianos estao decididos contra os russos, Zelensky só é um detalhe. E todos sabem que a regra é simples, como dizia Thomas Paine. “Nao pode ser consquistado um povo que está decidido a ser livre”. Agora, aceitar os termos do Putin é escolher deixar de ser nacao: sem armas, sem OTAN, reconhecer a independencia de Donesk, reformar a constituicao para ser neutral, reconhecer Crimeia como russa. Sob esses termos Russia poderá invadir cuando quisser, Ucrania será chamada NOVARUS. Esse primeiro ministro, ou nao sabe o que fala ou tem interesses que nao conhecemos.

  9. Zelensky é um calcinha apertada lá da Ucrânia. O cara está acabando com o país dele e depois vai fugir para os EUA ou Paris. O cara não tem como ganhar. Vai perder o país e deixar a população a deriva e ser governada diretamente por algum fantoche do Putin. Esse ano teria eleições na Ucrânia e esse Zelensky estava com 90% de desaprovação. O cara está colocando armas nas mãos da população par serem alvos dos russos. Soldado russo não vai aceitar levar tiro de civil só porque não podem matar civis. Quando um civil está armado contra uma outra força militar ele também se torna alvo.

      1. Mas mandar os outros se render deve ser bons pros negócios né brimo!

      1. Guilherme , ele não se renderia porque tem estrutura para esmagar os dois , porém a Ucrânia não tem , então quiz dar um passo maior que as pernas , contando com ajuda dos outros e infelizmente os inocentes estão pagando.
        Dito isto o melhor mesmo é acertar as condições impostas e poupar vidas.

  10. Mais um frouxo, bunda mole, dessa vez de um Estado que eu achei que tinha Homens de verdade, corajosos. Acredito que os tempos são outros. Ariel Sharon jamais daria um conselho desses.

    1. Líder que é líder, e que está em inferioridade, sabe que a Otan não vai entrar nesta guerra, deveria ter a grandeza e a humildade, de renunciar em favor de seu povo.

  11. O fantoche da OTAN se esconde atrás da população, incendiando os ânimos e usando-a de bucha de canhão. Infelizmente, quem bate palmas para o tal comediante está, na verdade, aplaudindo o espetáculo mórbido circense dele.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.