Produção de aço da China diminui em 2021

A queda chegou a 35 milhões de toneladas
-Publicidade-
Demanda retraiu
Demanda retraiu | Foto: Kateryna Babaieva/Pexels

A produção de aço da China diminuiu em 2021. A Associação Chinesa de Ferro e Aço (Acfa) divulgou os dados nesta terça-feira, 11.

De acordo com a agência de notícias Xinhua, a queda ocorreu “em meio aos esforços do país para alcançar as metas de pico e neutralidade de carbono”.

-Publicidade-

Os dados da Acfa apontam para a produção de aço na China em 1,03 bilhão de toneladas no ano passado. Desse modo, houve uma queda de 35 milhões de toneladas em relação à quantidade de 2020.

De janeiro a novembro de 2021, o volume produzido no país atingiu 946 milhões de toneladas, diminuindo 2,6% em termos anuais. Ainda assim, os lucros combinados da indústria siderúrgica subiram 86,46%, comparando no mesmo período. Ao todo, o montante atingiu 351,7 bilhões de yuans (US$ 55,25 bilhões).

A associação afirma que as empresas envolvidas na produção de aço na China aceleraram a transformação verde e de baixo carbono no ano passado, com uma redução considerável no consumo de energia e nas emissões de dióxido de enxofre por tonelada de aço produzido.

Segundo a agência de notícias, apesar de uma “esperada uma desaceleração no investimento no setor imobiliário”, a demanda por aço “provavelmente permanecerá a mesma do ano passado”, em razão do aumento do investimento em infraestrutura na China.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.