Protestos contra política de covid zero se intensificam na China

A agitação começou no sábado, depois da notícia de um incêndio num prédio residencial em Urumqi, onde moradores morreram por causa do lockdown
-Publicidade-
Protestos na China contra a política de covid zero
Protestos na China contra a política de covid zero | Protestos na China contra a política de covid zero

Milhares de chineses saíram às ruas do país neste domingo, 27, para protestar contra a política de covid zero imposta pelo Partido Comunista Chinês. Os protestos se intensificaram neste fim de semana. Em Xangai, vários manifestantes pediram a renúncia do presidente Xi Jinping.

A agitação chegou às ruas na noite de sábado, depois da notícia de um incêndio num prédio residencial em Urumqi, na região de Xinjiang, ter provocado a morte de 10 pessoas e ferido outras nove. Segundo moradores da região, muitos residentes do prédio não conseguiram escapar a tempo porque a construção estava parcialmente trancada.

-Publicidade-

Segundo reportagem do jornal Wall Street Journal, um manifestante de 27 anos carregava um buquê de flores em homenagem aos que morreram no incêndio. Como outros, ele expressou frustração com a resposta da China à Covid e com o clima político sob Xi Jinping. Ele afirmou que estava com medo, mas esperava provocar mudanças na China, “mesmo que só um pouquinho”.

Em cidades como Xangai, Pequim, Wuhan e Guangzhou, os manifestantes pediram também o fim dos testes obrigatórios de Covid e exigiram mais liberdade.

Protestos são raros na China, onde a repressão aos dissidentes se intensificou na última década. É quase inédito existirem manifestações simultâneas em várias cidades, exceto as nacionalistas, como os atos antijaponeses. Desde os protestos na Praça da Paz Celestial, em 1989, o partido chinês reprime tais acontecimentos com violência.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Mesmo o chinês sendo um povo ordeiro, tem hora que a paciência vai para o ralo… Somente ele sabem o que estão passando. E a vacina chinesa que Dória disse que era eficaz???? Acho que não… kkkkkk

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.