Putin anuncia hoje anexação de territórios ucranianos

Presidente realizou referendo em quatro regiões; Ocidente não reconhece resultado e acusa Rússia de manipulação
-Publicidade-
O presidente da Rússia, Vladimir Putin
O presidente da Rússia, Vladimir Putin | Foto: Divulgação/Kremlin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, vai anunciar a anexação de quatro regiões da Ucrânia (15% do território) nesta sexta-feira, 30. Nesta semana, um referendo realizado nos territórios confirmaram a separação. O Ocidente, contudo, não reconhece o resultado, visto que há denúncias de ucranianos sendo forçados a votar pela anexação. O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, afirmou que o anúncio da anexação será uma “forte escalada” das tensões, sem dar mais detalhes.

A ofensiva de Putin nas últimas semanas é uma resposta à forte operação de retomada de territórios que a Ucrânia lançou. Com o apoio logístico e financeiro do Ocidente, Kiev conseguiu retomar cerca de 10% do território invadido por tropas russas, segundo o presidente Volodymyr Zelensky.

-Publicidade-

Depois da vitória da Ucrânia, Putin fez um pronunciamento anunciando um decreto para convocar cerca de 300 mil reservistas. Ele ainda disse que o país está pronto para responder a “ameaças nucleares” do Ocidente. “Nosso país possui uma variedade de armas de destruição, algumas mais modernas até que as dos países da Otan”, disse Putin. “Isto não é um blefe.”

Há poucos dias, o vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, Dimitri Medvedev, declarou que o país vai usar quaisquer armas no arsenal de Moscou, incluindo armas nucleares estratégicas, se necessário, para defender territórios ocupados na Ucrânia e reivindicados pelos russos.

Leia também: “Devagar, malfeito e complicado”, artigo publicado na Edição 102 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

  1. Queridos editorialistas, comentaristas, povo em geral. As narrativas são dieversas e como as pesquisas eleitorais não se sabe qual a verdadeira. O que bem pouco está sendo analisado é de que o Putin anexou as províndias separatistas (que já tinha feito um plebiscito anos atrás). Pois bem. Agora, o Putin só vai defender o território. E o Zelinski será o atacante… Nas provincias separatistas e agora anexadas a maioria da população é russa. Se o Zelinski atacar estará matando ucranianos ou russos? Acho que o Putin sabe jogar xadrez.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.