Quase 100% dos infectados com a varíola dos macacos são gays, diz Reino Unido

De acordo com a OMS, o surto da doença na Europa pode ter sido causado por hábitos sexuais de risco
-Publicidade-
A varíola dos macacos está circulando na Europa
A varíola dos macacos está circulando na Europa | Foto: Reprodução/Pixabay

Uma pesquisa realizada pela Agência de Saúde do Reino Unido com pessoas infectadas pela varíola dos macacos mostra que os homens britânicos representam 99% dos casos. Dos 314 entrevistados, apenas três eram mulheres. Além disso, o levantamento constata que 151 dos 152 cidadãos que preencheram questionários mais detalhados se identificaram como gays ou bissexuais.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o surto de varíola dos macacos na Europa pode ter sido causado por hábitos sexuais de risco. Esse comportamento teria se disseminado em festas de música eletrônica de países como Espanha e Bélgica. Os primeiros casos foram verificados em homens que se relacionaram sexualmente com outros homens.

“No momento, há poucas informações sobre como a varíola dos macacos surgiu”, explica Sylvia Kemos Hinrichsen, infectologista e consultora de biossegurança da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI). “Existe hoje uma relação com pessoas que fizeram sexo entre o mesmo gênero, entre homossexuais e bissexuais. E a hipótese levantada para isso é por conta do contato íntimo e próximo.”

Edmilson Migowski, professor de medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), também acredita que a relação sexual seja uma hipótese a ser considerada para a transmissão do vírus. “A forma de transmissão mais provável é o contato próximo das pessoas, e o contato sexual acaba sendo um contato muito próximo”, observou o docente. “Pode ser contato com uma secreção, com a pele infectada, com roupas contaminadas, pelo espirro e pela tosse de pessoas muito próximas.”

Leia também: “Varíola dos macacos: o que se sabe sobre a doença”

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.