Quatro militares são mortos em emboscada na Colômbia

O crime foi atribuído ao Clã do Golfo, a maior quadrilha de narcotráfico do país
-Publicidade-
Capitão, cabo e dois soldados foram mortos por traficantes do Clã do Golfo na Colômbia
Capitão, cabo e dois soldados foram mortos por traficantes do Clã do Golfo na Colômbia | Foto: Reprodução/Twitter/Exército Nacional

Quatro soldados foram mortos no domingo 7, em Ituango, Antioquia, na Colômbia, depois de uma emboscada atribuída ao Clã do Golfo, a maior quadrilha de narcotráfico do país.

O grupo é chefiado por Dairo Antonio Úsuga, conhecido como Otoniel, que era o criminoso mais procurado pelas autoridades colombianas e foi preso em outubro.

“É com grande pesar que informamos que, em uma emboscada perpetrada por criminosos do Clã do Golfo, um capitão, um cabo e dois soldados do nosso Exército, que protegiam a comunidade de Santa Lucía em Ituango, foram covardemente assassinados”, informou no Twitter o general Juvenal Díaz Mateus, comandante da Sétima Divisão do Exército, que atua na região.

-Publicidade-

O Clã do Golfo controla a fronteira entre a Colômbia e o Panamá, rota fundamental para o contrabando de cocaína para os Estados Unidos. O governo americano oferecia uma recompensa de US$ 5 milhões por informações que levassem a Otoniel.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.