Rússia bloqueia seis aplicativos que acessavam sites proibidos

Regulador russo verificou que o uso das redes impulsionava 'atividades ilegais'
-Publicidade-
Nos últimos anos, governo da Rússia já aplicou diversas sanções em empresas do setor digital | Foto: 
Josh Sorenson/Pexels
Nos últimos anos, governo da Rússia já aplicou diversas sanções em empresas do setor digital | Foto: Josh Sorenson/Pexels

O regulador russo das telecomunicações (Roskomnadzor, na sigla em russo) anunciou nesta sexta-feira, 3, o bloqueio de seis aplicativos de redes privadas virtuais. Os programas davam acesso a um número crescente de sites proibidos no país, de acordo com o governo.

Leia também: “‘A União Soviética não morreu'”

Assim, foram bloqueados: Hola!VPN, ExpressVPN, KeepSolid VPN Unlimited, Nord VPN, Speedify VPN e IPVanish VPN.

-Publicidade-

Roskomnadzor considerou que o uso dessas redes impulsionava “atividades ilegais, especialmente a “promoção de drogas, pornografia infantil, extremismo e tendências suicidas”.

Leia mais: “Talibã e forças rebeldes entram em confronto no Vale do Panjshir”

Nos últimos anos, o governo russo bloqueou sites que se negavam a transmitir seus dados e sancionou gigantes do setor digital acusando-os de não apagar conteúdos ilícitos.

 

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro