Rússia garante que vacina tem 92% de eficácia

Sob desconfiança da comunidade científica, em agosto, o imunizante foi o primeiro do mundo a ser aprovado contra a covid-19
-Publicidade-

Sob desconfiança da comunidade científica, em agosto o imunizante foi o primeiro do mundo a ser aprovado contra a covid-19

covid-19
Foto: Emin Baycan/Unsplash

Na tentativa de se equiparar a outras farmacêuticas na corrida por uma vacina contra a covid-19, a Rússia anunciou nesta quarta-feira, 11, que a Sputnik V é 92% eficaz, segundo dados preliminares de estudos de fase 3.

-Publicidade-

Sem definir uma data, os desenvolvedores da vacina disseram que os dados da análise preliminar serão analisados por outros cientistas e publicados em revista científica internacional.

Leia mais: “Anvisa do Reino Unido diz que não comprometerá segurança por vacina”

O imunizante é desenvolvido pelo Instituto Gamaleya e, sob desconfiança da comunidade científica, em agosto, foi o primeiro do mundo a ser aprovado contra a covid-19.

A Sputnik V foi elaborada para produzir resposta imune a partir de duas doses administradas em intervalo de 21 dias.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Agora vai sair assim “do nada” uma enxurrada de vacinas prometendo até cura do HIV além do covid-19, vacina multivírus. Contagem regressiva para a vachina da Dorinha chegar a 95% de eficácia. Vejam só: Pfizer: 90%, Sputnik V: 92%, por que não Vachina: 95%?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.