Revista Oeste - Eleições 2022

Rússia volta a bombardear Kiev

Ataque ocorreu horas antes do início da cúpula do G7 na Alemanha
-Publicidade-
Prédio bombardeado em Kiev, capital da Ucrânia | Foto:  Serviço de Emergência de Estado / Divulgação
Prédio bombardeado em Kiev, capital da Ucrânia | Foto: Serviço de Emergência de Estado / Divulgação

As tropas da Rússia atacaram a região central de Kiev, capital da Ucrânia, na madrugada deste domingo, 26. Segundo autoridades ucranianas, um prédio de nove andares pegou fogo depois do bombardeio.

O prefeito de Kiev, Vitali Klitschko, disse por meio do Telegram que várias pessoas foram hospitalizadas. Entre elas, uma menina de sete anos, acrescentou. “Ela está viva. Agora estão a tentar resgatar a mãe.” O número de vítimas não foi divulgado.

O ataque realizado pela Rússia ocorreu horas antes do início da cúpula do G7 na Alemanha, onde são discutidos temas de relevância do momento.

-Publicidade-

De acordo com a Reuters, a Ucrânia retirou suas tropas de Severodonetsk, na região de Luhansk, na sexta-feira feira 24. O avanço do Exército russo representa uma derrota para os ucranianos, pois aproxima os rivais de conquistarem um dos seus principais objetivos: controlar o leste da Ucrânia. Moscou afirma que Donbass, Luhansk e Donetsk são regiões independentes e exige que a Ucrânia reconheça a situação desses territórios.

Encontro do G7

Neste domingo, os líderes do grupo das sete nações mais desenvolvidas do mundo — Alemanha, Canadá, França, Itália, Japão, Reino Unido e EUA — reúnem-se em Schloss Elmau, na Alemanha, para discutir novas sanções contra Moscou e medidas para reduzir os impactos econômicos da guerra.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse que irá pedir mais assistência militar na cúpula do G7, perante o que chamou de “chuva de mísseis” russos.

Em um vídeo, Zelensky afirmou que o país “precisa mais do que qualquer outro lugar do mundo” dos “sistemas modernos” de defesa militar que fazem parte dos arsenais de vários países ocidentais.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. Zelensky é uma piada pronta, de péssimo gosto. “chuva de mísseis”? Oras, porque ele provocou o Russia, em 2014, atacando as regiões com maioria russa dentro da Ucrânia? Ele quer mais armas, para quê? Fazer a população do país sofrer ainda mais e por mais tempo?

    O ator fugiu das várias reuniões para por fim a guerra, logo no início, que o presidente Putin organizou. A ONU/UE queria e quer a guerra, pois não fizeram nada para impedir, já que Putin falava sobre esse risco desde o ano passado.

    Infelizmente a mídia tem lado e faz o contrário do que deveria fazer, incluindo essa Revista: coloca os ucranianos como mocinhos e os russos como vilões, fazendo parecer que as causas de uma guerra são simplistas, onde um lado é 100% bom e o outro, 100% ruim, um absurdo.

    Os interesses da ONU nós sabemos quais são: lucrar com uma guerra prolongada e o povo ucraniano? Mero detalhe para essa gente que vive da morte…dos outros!

    Estão agindo como agiram com a “pandemia”. Mesmo método.

    1. PS: Putin fez algo muito bom: acabou com o discurso boçal da esquerda europeia sobre a obrigação do mundo em usar “energia limpa”. A Alemanha e outros, já começaram a queimar carvão para sobreviver. Na hora da sobrevivência, o discurso “verde”, vai para o lixo, lol.

      Basta uma guerra e escassez alimentar, de produção de calor no inverno, que o discurso dos governos socialistas “naturalistas”, desaparecem como bolhas de sabão.

  2. Pessoalmente acho que a rússia deveria bombardear exatamente o local de onde o Zelensky faz a transmissão, para acabar com essa palhaçada onde o Zelensky fala o que bem entende e a imprensa esquerdista divulga com sendo uma verdade absoluta.

  3. Agorta que ele tirou uns 500 mil russos de Kiev ele vai bombardear o que der…. o pessoal que analisa a guerra deixa muitas lacunas. É uma barbaridade. Guerra é uma maldição, mas a maioria das pessoas não entende muito do que realmente acontece por lá.

  4. Surpreendente de ver como o palhaço Zelensky faz o G7 de companheiros palhaços, com a ajuda da imprensa internacional e para a infelicidade dos povos europeus e mundiais!
    Uma vez sentada a poeira, seja quando Putin terminar essa guerra, a verdade aparecerá, da mesma forma que a farça mortífera do Covid esta sendo desmascarada.
    A Russia esta saindo vencedora, militar, politico e economicamente e isso vai ter consequências muito além daquelas visíveis atualmente !
    Mas Russia e Brasil fazem parte dos BRICS … isso é uma grande vantagem !

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.