Sequestro em sinagoga no Texas foi ato de terrorismo, diz Biden

O britânico Malik Faisal Akram, de 44 anos, fez quatro reféns durante mais de dez horas na Congregação Beth Israel
-Publicidade-
Joe Biden, presidente dos Estados Unidos, disse que o sequestro no Texas foi um ato de terrorismo
Joe Biden, presidente dos Estados Unidos, disse que o sequestro no Texas foi um ato de terrorismo | Foto: Reprodução

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou neste domingo, 16, que a tomada de reféns em uma sinagoga no Texas, ontem, foi um ato de terrorismo.

O criminoso, que foi morto pela polícia, fez quatro reféns na Congregação Beth Israel. As vítimas ficaram mais de dez horas sob domínio do sequestrador. Todas foram libertadas.

O homem, identificado pelo FBI como Malik Faisal Akram, de 44 anos, exigia a libertação de Aafia Siddiqui, paquistanesa condenada a 86 anos de prisão por tentativa de assassinato de autoridades norte-americanas no Afeganistão. O sequestrador é britânico.

-Publicidade-

Apelidada de “Lady Al Qaeda”, Siddiqui foi condenada em 2010 por um tribunal de Nova Iorque um caso de grande repercussão no Paquistão.

“Esse foi um ato de terrorismo relacionado a alguém que foi detido há 15 anos e está preso há 10 anos”, afirmou Biden aos jornalistas ao comentar o episódio.

Segundo um comunicado divulgado hoje pelo FBI, até o momento “não há indicação de que outros indivíduos estejam envolvidos” no crime.

Como noticiado por Oeste, o primeiro refém foi libertado no fim da noite de sábado 15. De acordo com um comunicado divulgado pela polícia de Colleyville, a situação está “resolvida” e todos os reféns estão “seguros”. “Continuamos trabalhando em parceria com o FBI para finalizar todos os detalhes”, informaram os policiais locais.

O governador do Texas, Greg Abbot, também comemorou o desfecho da operação policial.

As primeiras informações davam conta de que o criminoso estava armado e alegava ter colocado bombas em alguns pontos da sinagoga. Um dos sequestrados foi o próprio rabino da congregação. A polícia prossegue com as investigações.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.