Suprema Corte dos EUA rejeita pedidos de anulação do Obamacare

Por 7 votos a 2, programa de acesso a planos de saúde criado pelo ex-presidente Barack Obama foi mantido
-Publicidade-
Suprema Corte dos EUA rejeitou pedido de governadores republicanos
Suprema Corte dos EUA rejeitou pedido de governadores republicanos | Foto: Reprodução/Redes Sociais

A Suprema Corte dos Estados Unidos rechaçou nesta quinta-feira, 17, pedidos apresentados no ano passado por Estados governados por representantes do Partido Republicano para que fosse suspenso o programa de acesso a planos de saúde criado pelo ex-presidente Barack Obama — o Obamacare.

A decisão de rejeitar os pedidos de anulação do programa contou com sete votos favoráveis e dois contrários. Os republicanos alegavam que uma das cláusulas do plano era inconstitucional, o que deveria anular todo o pacote de medidas adotado no governo do democrata (2009-2016).

Leia mais: “Biden gasta quase 20 vezes mais que Obama para financiar o aborto”

-Publicidade-

O item questionado pelos governadores republicanos determinava que as pessoas deveriam obter, necessariamente, um plano de saúde, sob pena de pagarem uma multa. A cláusula já havia sido questionada pela gestão do ex-presidente Donald Trump (2017-2020).

Leia também: “Incapacidade política de Kamala Harris gera críticas até de democratas”

Em 2012, a Suprema Corte norte-americana declarou a constitucionalidade do Obamacare em uma votação apertada: 5 votos a 4.

Leia também: “Nova York comemora com queima de fogos fim das restrições”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site