Talibã mantém 9 estrangeiros sob custódia em Cabul

Andrew North, jornalista freelancer britânico que trabalhou na BBC, está entre os presos
-Publicidade-
Zabihullah Mujahid é o principal porta-voz do Talibã
Zabihullah Mujahid é o principal porta-voz do Talibã | Foto: Reprodução/YouTube

O Talibã mantém pelo menos nove estrangeiros sob custódia em Cabul, capital do Afeganistão. Entre os presos, estão dois jornalistas: um repórter britânico e um fotógrafo irlandês, que estão a serviço da Agência de Refugiados das Nações Unidas (Ancur). As informações são do jornal The Wall Street Journal.

Um dos detidos é Andrew North, jornalista freelancer que trabalhou anteriormente na British Broadcasting Corporation (BBC). Sua esposa, Natalia Antelava, apelou nesta sexta-feira, 11, pela liberdade de North. “Estamos extremamente preocupados com sua segurança e apelamos a qualquer pessoa com influência para garantir sua libertação”, disse Antelava, no Twitter.

Mais sete ocidentais estão detidos em Cabul desde dezembro. Um deles é norte-americano e os seis restantes são cidadãos britânicos, incluindo um residente permanente nos Estados Unidos. Eles foram detidos separadamente e enfrentam acusações não especificadas pelo grupo fundamentalista islâmico.

-Publicidade-

De acordo com Mark Jacobson, que atuou como representante da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão, as detenções são preocupantes. “Não sei se estamos vendo alguma repressão coletiva organizada ou se há apenas algumas situações individuais”, analisou. As detenções de ocidentais complicam a situação do Talibã, que ainda busca reconhecimento da comunidade internacional.

Crise econômica

O Talibã acusa as potências globais de conduzir o Afeganistão a uma das piores crises econômicas e humanitárias de sua história. “Nos últimos 20 anos, a comunidade internacional não deu assistência fundamental para a criação de uma economia sustentável”, criticou o primeiro-ministro interino do país, Mohammad Hassan Akhund. “Alguns países precipitaram a crise no Afeganistão ao suspender os fundos destinados à nossa reconstrução.”

Leia também: “A tragédia do Afeganistão envergonha o Ocidente”, artigo de Tim Black, da Spiked, publicado na Edição 73 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

  1. Essa novela, todos nós já conhecemos! O Talibã nunca foi um grupo pacifista e sequestrar pessoas e, inclusive, matá-las das formas mais crueis possíveis sempre foi a especialidade de certos grupos dentro dele, mas que eles negam de tudo quanto é jeito sua participação.

    Restam as perguntas: haveram outras intervenções no país? Vão ser reconhecidos?

  2. Porra, agora os fascistas podem ir para o Afeganistão, o talibã vai mantê-los por lá e tomara que mate um por um. Que matà-los sejam.o esporte preferidos deles.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.