Talibã pendura corpos de supostos sequestradores em público

Grupo retomou o poder no Afeganistão, até então sob domínio norte-americano, prometendo moderação
-Publicidade-
Homem enforcado pelo Talibã | Foto: Reprodução/Redes Sociais
Homem enforcado pelo Talibã | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Membros do Talibã mataram quatro supostos sequestradores e penduraram seus corpos em público na cidade de Herat, no oeste do Afeganistão. O vice-governador da província, Mawlawi Shir Ahmad Muhajir, afirmou que os cadáveres foram exibidos em diversas praças públicas para que servissem de “lição” de que o sequestro não será tolerado.

As imagens divulgadas nas redes sociais mostram corpos ensanguentados na caçamba de uma caminhonete, enquanto um guindaste levanta o cadáver de um homem. Uma multidão observa os combatentes talibãs armados, que se reúnem em volta do veículo.

Leia mais: “Biden reativa aliança contra a China ao lado de Índia, Japão e Austrália”

-Publicidade-

Segundo o Talibã, os homens haviam sequestrado um empresário local e seu filho e pretendiam tirá-los da cidade, quando foram vistos por patrulhas em postos de controle. Seguiu-se uma troca de tiros em que os quatro foram mortos e um soldado do regime ficou ferido. As vítimas do sequestro teriam sido libertadas ilesas.

Em uma entrevista à agência Associated Press nesta semana, uma alta autoridade talibã, o mulá Nooruddin Turabi, afirmou que o grupo fundamentalista restauraria punições como amputações e execuções para deter criminosos.

O anúncio vem pouco mais de um mês após o grupo retomar o poder no Afeganistão, até então sob domínio norte-americano, prometendo moderação.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.