Talibã quer discursar na Assembleia Geral da ONU

Grupo fundamentalista islâmico solicitou o direito ao secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres
-Publicidade-
Amir Khan Muttaqi é ministro das Relações Exteriores do Talibã
Amir Khan Muttaqi é ministro das Relações Exteriores do Talibã | Foto: Reprodução/YouTube

O grupo fundamentalista islâmico Talibã, atualmente no comando do Afeganistão, pediu para discursar na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, informou a agência Reuters na tarde desta terça-feira, 21.

De acordo com a publicação, os terroristas enviaram uma carta ao secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelando para que o ministro das Relações Exteriores do Talibã, Amir Khan Muttaqi, pudesse discursar no encontro de líderes mundiais.

O porta-voz de Guterres, Farhan Haq, disse que o pedido do Talibã foi enviado a um comitê de nove membros, incluindo os Estados Unidos, a China e a Rússia. Segundo Haq, é improvável que a cúpula se reúna para debater o assunto antes do término do evento.

-Publicidade-

Leia também: “As mulheres invisíveis do Afeganistão”, artigo de Ana Paula Henkel publicado na Edição 76 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.