Trudeau revoga lei que suprime os direitos civis dos canadenses

Segundo o primeiro-ministro, a ordem no país foi restaurada
-Publicidade-
Justin Trudeau revogou nesta quarta-feira, 23, a Lei de Emergências
Justin Trudeau revogou nesta quarta-feira, 23, a Lei de Emergências | Foto: Reprodução/Flickr

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, anunciou nesta quarta-feira, 23, a revogação da Lei de Emergências. A medida havia sido imposta na semana passada e tinha o objetivo de controlar os protestos de caminhoneiros no país. O decreto permitia ao governo requisitar bens, serviços e pessoas; dizer aos cidadãos aonde ir e aonde não ir; e proibir manifestações e reuniões públicas. Na prática, a Lei de Emergências suprimia os direitos civis dos canadenses.

Não estamos mais em uma situação de emergência”, justificou Trudeau, em coletiva de imprensa. “A ordem foi restaurada, e os bloqueios e ocupações das vias públicas acabaram.” De acordo com o premiê, a legislação e a polícia do país são suficientes para evitar novos conflitos. Os canadenses exigem que o governo revogue a obrigatoriedade do passaporte sanitário e retire as medidas restritivas relacionadas à pandemia de coronavírus.

A Lei de Emergências, acionada em 15 de fevereiro, permitiu que as forças policiais proibissem a circulação de pessoas nas ruas ao redor do Parlamento de Ottawa, capital do país. Em virtude dessa medida, centenas de manifestantes foram presos. O governo canadense também instruiu os bancos a congelar as contas dos cidadãos que participaram das manifestações. Cerca de 200 pessoas foram impactadas com essa medida.

-Publicidade-

A polícia de Ottawa prendeu cerca de 200 pessoas desde a última sexta-feira, 18, e apresentou quase 400 acusações criminais — a maioria relacionada à obstrução de vias públicas.

Leia também: “Trudeau e China, uma antiga história de amor”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários Ver comentários

  1. Gostaria de saber como estão os estoques de alimentos e combustível no Canada.
    Alguém pode informar?
    Parece-me que a Oeste esta fazendo um copiar e colar de outras agencias.
    Esta crise esta longe de acabar, caro ministro!

  2. Com esses tipos de líderes, o ocidente não precisará de muito tempo para sucumbir ao eixo Rússia – China. Depois o Islamismo. Bem feito! Quem procura acha!

  3. O filho ditador do Fidel Castro sabe que comete abusos constante contra os cidadãos canadenses, e busca amenizar os estrago. Ocorre que já fez bastante estrago, que será derrotado nas próximas eleições.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.