-Publicidade-

‘Coisa assustadora’, diz Temer sobre Beirute pós-explosão

Ex-presidente da República chefia missão brasileira na capital do Líbano
O ex-presidente Michel Temer antes de embarcar ao Líbano | Foto: REPRODUÇÃO/TV BRASIL
O ex-presidente Michel Temer antes de embarcar ao Líbano | Foto: REPRODUÇÃO/TV BRASIL | michel temer - líbano

Ex-presidente da República chefia missão brasileira na capital do Líbano

michel temer - líbano
O ex-presidente Temer antes de embarcar para o Líbano | Foto: REPRODUÇÃO/TV BRASIL

Horas depois de chegar a Beirute, cidade do Líbano atingida por explosão na última semana, o ex-presidente Michel Temer definiu como está a situação por lá. “É uma coisa assustadora, entristecedor até”, disse ao participar da edição de hoje de Os Pingos nos Is, programa da Jovem Pan.

Leia mais: “Líder do MDB descarta ‘caráter político’ em missão de Temer ao Líbano”

Na condição de chefe da missão brasileira na capital libanesa, Temer afirmou, contudo, que não é metade da cidade que está destruída. Longe disso, aliás. Ao responder ao questionamento feito pelo jornalista Augusto Nunes, colunista da Revista Oeste, o antecessor de Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto explicou que a destruição ficou restrita aos arredores da região portuária.

Dessa forma, a percepção de Temer vai de encontro ao que foi noticiado por veículos de comunicação e agências internacionais. Conforme se chegou a informar, parte da imprensa deu a entender que quase toda a cidade de Beirute estava sob escombros.

Ajuda

Como chefe de missão, Michel Temer enfatizou o fato de que a viagem reforça o interesse do Brasil em ajudar o Líbano. A explosão ocorrida na semana passada foi responsável por mais de 100 mortes e milhares de feridos.

MAIS: “Líbano: Primeiro-ministro renuncia dias após explosão”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês