US$ 78 bi deixaram os mercados emergentes

Bolsas de valores de países em desenvolvimento sofrerão mais com a crise econômica resultante da pandemia
-Publicidade-

Bolsas de valores de países em desenvolvimento sofrerão mais com a crise econômica resultante da pandemia

Embora o banco centrai e as equipes econômicas dos países emergentes venham tomando medidas acertadas na tentativa de reduzir os impactos da pandemia de coronavírus — e o time do ministro Paulo Guedes é um bom exemplo disso —, investidores estrangeiros estão em fuga. De dois meses para cá, 78 bilhões de dólares já deixaram bolsas em países como Brasil, Índia, México e Coreia do Sul.

-Publicidade-

“A questão crucial é se este é um choque agudo ou prolongado”, disse ao Financial Times o estrategista-chefe de ativos do banco suíço UBS, Bhanu Baweja. “Se for agudo, será muito ruim. Mas, se for prolongado, países como o Brasil, a África do Sul e a Índia podem ser empurrados para uma crise muito profunda.”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.