Vaticano põe panos quentes sobre declarações de Francisco

Santa Sé garante que falas do pontífice acerca do relacionamento entre gays foram tiradas de contexto
-Publicidade-
Papa Francisco gravou discurso para a ONU | Foto: Reprodução/Twitter
Papa Francisco gravou discurso para a ONU | Foto: Reprodução/Twitter | papa francisco - onu - amazônia

Santa Sé garante que falas do pontífice acerca do relacionamento entre ‘gays’ foram tiradas de contexto

vaticano
Líder da Igreja Católica tem proferido discursos polêmicos | Foto: Reprodução/Twitter

A Secretaria de Estado do Vaticano informou que as declarações do papa Francisco sobre a união civil homossexual não mudam o posicionamento da Igreja Católica acerca do tema. E que as falas do pontífice sobre o relacionamento entre pessoas do mesmo sexo foram tiradas de contexto. O documento oficial da Santa Sé que trata do assunto foi enviado a embaixadores religiosos ao redor do mundo, na semana passada, e veio a público na segunda-feira 2. Tudo começou depois da estreia do documentário Francesco, em 21 de outubro. No filme, Francisco afirma que homossexuais têm o direito de estar em uma família e que as leis de união civil para gays são necessárias.

-Publicidade-

“As pessoas homossexuais têm o direito de estar em uma família. Elas são filhas de Deus e têm direito a uma família. Ninguém deverá ser descartado ou ser infeliz por isso. O que precisamos criar é uma lei de união civil. Dessa forma, eles são legalmente contemplados”, afirmou Sua Santidade.

Contudo, segundo o Vaticano, o documentário cortou comentários em que o papa expressou oposição ao casamento homossexual e que deixavam claro que ele se referia às leis de união civil, promulgadas em alguns países para regular benefícios, como plano de saúde. Francisco teria dito que “falar em casamento entre pessoas do mesmo sexo é algo incongruente”. Essa frase, informou o Vaticano, foi cortada: “Há mais de um ano, durante uma entrevista, o papa Francisco respondeu a duas perguntas distintas em dois momentos diferentes que, no mencionado documentário, foram editadas e publicadas como uma só resposta, sem a devida contextualização, o que gerou confusão”.

Leia também: “Vaticano renova acordo com o Partido Comunista da China”

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.