Walmart volta a exigir máscara para trabalhadores nos EUA

Medida acontece depois de autoridades norte-americanas voltarem a recomendar o uso do item
-Publicidade-
O uso de máscara por funcionários do Walmart nos EUA estava suspenso desde maio | Foto: Macau Photo Agency/ Unsplash
O uso de máscara por funcionários do Walmart nos EUA estava suspenso desde maio | Foto: Macau Photo Agency/ Unsplash

A maior loja varejista do mundo, o Walmart, voltou a exigir que seus funcionários nos Estados Unidos usem máscara durante o trabalho nas lojas, clubes ou centros de distribuição. Desde maio deste ano, a obrigatoriedade do uso do item estava suspensa na empresa para os funcionários vacinados.

Leia também: “Totalitarismo e lockdown, artigo publicado na Edição 70 da Revista Oeste

Em comunicado, a varejista informou que a medida vale apenas para as regiões onde ainda há alta transmissão do vírus. A decisão acontece poucos dias depois de autoridades de saúde do país também voltarem a recomendar o uso de máscara em lugares fechados.

-Publicidade-

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

  1. Vão dizer que a empresa que impor ditadura e uso de máscara não funciona. Só uns estúpidos acompanham a idéia do ignorante do presidente de um país latino, não vou falar o nome.

  2. Dias depois das industrias de fabricação de máscaras apontarem preocupação com a desobrigatoriedade do uso das máscaras afetarem a saúde financeira das mesmas! O mercado foi criado, agora não querem acabar com as fábricas de carroças! Kkk…

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro