-Publicidade-

Kajuru ameaça renunciar se STF liberar reeleição de Maia e Alcolumbre

Senador disse que eventual aval do Supremo representaria o "toma lá da cá mais escandaloso dos últimos tempos"

Senador disse que eventual aval do Supremo representaria ‘o toma lá dá cá mais escandaloso dos últimos tempos’

Jorge Kajuru
Jorge Kajuru (Cidadania-GO) | Foto: Pedro França/Agência Senado

O senador Jorge Kajuru (Podemos-GO) ameaçou renunciar ao mandato se o Supremo Tribunal Federal autorizar que Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia disputem a reeleição para a presidência do Senado e a da Câmara.

Em postagem nas redes sociais nesta sexta-feira, 27, o parlamentar comentou uma reportagem do site Poder 360 que garante que a Corte já tem maioria para liberar a manobra.

Leia mais: “Empresário ligado a Serra fecha acordo de delação com PGR”

“Veja, Brasil, quanto a CPI da toga vale ouro. Se isto acontecer será a confirmação do toma lá dá cá mais escandaloso dos últimos tempos! Se o meu eleitor concordar em sua maioria eu quero renunciar desse chiqueiro logo após essa votação do Supremo”, tuitou.

O relator é o ministro Gilmar Mendes, e o caso deve ser analisado em 4 de dezembro em julgamento virtual.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 comentários

  1. Tá e dai?
    Desde quando eles se importam?
    Vão achar e bom, assim não vai ter quem pegue no pé deles.
    Kajuru renúncia, e eles aprovam a reeleição e pronto.
    Quem tem que fazer algo e o povo, mas com o povo brasileiro, já perdi a esperança a muito tempo.

  2. Kajurú como homem experiente, deveria saber que o jogo de interesse no congresso não leva em consideração a vontade do povo, até porque o senador sabe que tem 8 anos, Alcolumbre tem mais dois e Rodrigo também. A única solução é o povo continuar a renovação em 2022. Kajurú, jamais deveria nem cogitar esta possibilidade, pois seria ceder ao inimigo. Se Kajurú tem convicção de suas defesas como parlamentar, deve continuar a fazer pressão. Tudo indica que vai ter virada de mesa. Mas infelizmente, a única coisa que o povo pode fazer é derrotá-los em 2022. Quanto ao STF é um caso com resolução muito difícil e a longo prazo. Nossa suprema corte, saiu da sua destinação e da objetividade dos cargos de ministros. O Brasil é um país com administração muito difícil. É tudo muito amarrado.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês