-Publicidade-

Lewandowski intima juiz a cumprir decisão favorável a Lula

Magistrado de primeira instância negou acesso à defesa do petista de mensagens da Operação Spoofing

Magistrado de primeira instância negou à defesa do petista acesso a mensagens da Operação Spoofing

Ricardo Lewandowski
Ministro do STF Ricardo Lewandowski | Foto: Carlos Moura/SCO/STF

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, mandou intimar o juiz Waldemar Cláudio de Carvalho para que ele conceda à defesa do ex-presidente Lula acesso a mensagens apreendidas no âmbito da Operação Spoofing, que apura invasão hacker a celulares de autoridades.

O juiz, que responde pelo plantão judiciário da 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal, negou à defesa do petista acesso às informações, mesmo após após ordem de Lewandowski.

Leia mais: “Após dupla derrota em 2020, Caetano Veloso aposta em Ciro Gomes”

Waldemar Cláudio de Carvalho disse “não ter sido demonstrada a urgência ou excepcionalidade necessária” para que o pedido fosse atendido durante seu plantão.

Em caso de novo descumprimento, o ministro poderá adotar medidas para apuração de infração disciplinar.

A defesa de Lula quer o acesso às mensagens para reforçar o pedido de suspeição do ex-juiz Sergio Moro e consequente anulação das condenações do petista na Lava Jato.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 comentários

  1. Mas estamos em 2.021 não?
    Que desastre aquela comemoração do crime organizado pela prefeitura do RJ. O Botafogo e o Paes, desmascarados!!!
    Se abraçando delirantemente!
    Nem dá pra comentar muito estas coisas sabe?
    Parabéns meu querido compatriota fluminense, pela certeira escolha! Parabéns

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês