-Publicidade-

Maia retira cargos de aliados de Lira na Câmara

Atual presidente da Casa articula para que candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro não assuma o cargo

Atual presidente da Casa articula-se para que candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro não assuma o cargo

Rodrigo Maia
Presidente da Câmara, Rodrigo Maia | Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Em meio à disputa pela presidência da Câmara, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tem exonerado servidores comissionados que foram indicados por parlamentares do bloco de Arthur Lira (PP-AL).

Maia aposta em Baleia Rossi (MDB-SP) e costurou um bloco com 11 partidos, inclusive o PT, para se opor a Lira, que tem o apoio do presidente Jair Bolsonaro.

Leia mais: “Arthur Lira: ‘Chegam relatos de pressão e ameaças'”

Segundo reportagem do jornal O Globo, houve cerca de 20 exonerações e um número equivalente de nomeações registradas no boletim administrativo da Câmara desde 20 de dezembro — desconsiderando-se as exonerações a pedido —, nem todas relacionadas a partidos específicos.

Um aliado de Lira relatou que dois assessores indicados por ele foram exonerados sem explicação. Eles ganhavam cerca de R$ 11 mil e estavam lotados no gabinete do deputado.

Procurado pelo jornal, Maia disse que as mudanças são corriqueiras.

-Publicidade-
Envie-nos a sua opinião, sugestão ou crítica! Fale conosco
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês