-Publicidade-

Senado deve confirmar Amy Coney Barrett à Suprema Corte dos EUA

Juíza conservadora dará a corte uma maioria de 6 nomeados pelos republicanos, contra 3 pelos democratas
Donald Trump e juíza Amy Coney Barrett | Foto: Andrea Hanks/Casa Branca
Donald Trump e juíza Amy Coney Barrett | Foto: Andrea Hanks/Casa Branca

Juíza conservadora dará à Corte uma maioria de 6 nomeados pelos republicanos, contra 3 pelos democratas

Amy Coney Barrett
Donald Trump e juíza Amy Coney Barrett | Foto: Andrea Hanks/Casa Branca

A juíza Amy Coney Barrett deve ser aprovada pelo Senado dos Estados Unidos para a Suprema Corte nesta segunda-feira, 6, apenas uma semana antes da eleição nos Estados Unidos.

Esta é a terceira indicação do presidente Donald Trump para o tribunal desde que assumiu a Casa Branca.

Leia mais: “Supremas diferenças”, na edição desta semana da Revista Oeste

A juíza conservadora dará à Corte uma maioria de 6 nomeados pelos republicanos, contra 3 pelos democratas. Ela deve decidir, inclusive, casos relacionados às eleições que podem ser fundamentais para o resultado da disputa.

“Esperamos que o juramento aconteça mais tarde, à noite, se tudo correr bem”, disse nesta segunda-feira Mark Meadows, chefe de gabinete da Casa Branca, como registra o jornal Financial Times.

Os republicanos controlam o Senado, com uma pequena maioria de 53 a 47.

A expectativa é que apenas uma republicana, Susan Collins, do Maine, vote contra Barrett. Lisa Murkowski, republicana do Alasca, havia dito anteriormente que se opunha à confirmação de uma juíza tão perto da eleição, mas no sábado afirmou que votaria em Barrett.

O processo de confirmação relativamente tranquilo de Barrett ocorreu apesar de a indicação dar-se tão perto da eleição presidencial. Em 2016, os republicanos bloquearam Barack Obama em sua pretensão de preencher uma vaga na Suprema Corte porque era ano de eleição.

Barrett preencherá a vaga deixada por Ruth Bader Ginsburg, substituindo-se assim uma liberal por uma conservadora.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês