-Publicidade-

Caso Olavo: PayPal fala em ‘política de uso aceitável’

Empresa de pagamento online bloqueou conta do filósofo brasileiro
O filósofo Olavo de Carvalho | Foto: REPRODUÇÃO/YOUTUBE
O filósofo Olavo de Carvalho | Foto: REPRODUÇÃO/YOUTUBE | olavo de carvalho - paypal

Empresa de pagamento on-line bloqueou conta do filósofo brasileiro

olavo de carvalho - paypal
O filósofo Olavo de Carvalho | Foto: REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Sem comentar diretamente o caso do filósofo e professor Olavo de Carvalho, o PayPal divulgou nota a respeito de recente decisão tomada em sua plataforma de pagamento on-line. Com a conta do escritor brasileiro excluída ontem, conforme noticiado por Oeste, a empresa afirmou que há “processos de revisão e análise interna”. Nesse sentido, informou que os usuários precisam cumprir a chamada “política de uso aceitável”. Sobre o caso específico do escritor brasileiro, a companhia limitou-se a indicar que não pode “fornecer detalhes”.

Com a denúncia da exclusão da conta, Olavo de Carvalho ganhou apoio nas redes sociais. Seu nome chegou a figurar na lista de termos mais comentados pelos usuários do Twitter no Brasil. Além disso, campanha virtual promovida pela empresa de pagamento virtual repercutiu nas redes sociais.

Confira nota divulgada pelo PayPal após a exclusão da conta de Olavo de Carvalho

Como sempre, temos o compromisso de revisar diligentemente qualquer usuário do PayPal para garantir que nossos serviços sejam utilizados de acordo com nossa política de uso aceitável. O PayPal avalia cada situação de forma independente e com base em nossos próprios processos de revisão e análise interna. Embora não possamos fornecer detalhes sobre contas de clientes de acordo com a política da empresa, se tomarmos conhecimento de atividades que violam a política, tomaremos as medidas apropriadas.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês