Alagoas em crise: Lira afirma que Renan “entende bem” de golpes

Presidente da Câmara e senador brigam por causa da escolha de um governador tampão
-Publicidade-
O presidente da Câmara, Arthur Lira, disputa com o senador Renan Calheiros espaço político em Alagoas | Foto: Paulo Sergio/Câmara dos Deputados
O presidente da Câmara, Arthur Lira, disputa com o senador Renan Calheiros espaço político em Alagoas | Foto: Paulo Sergio/Câmara dos Deputados

A temperatura política subiu ainda mais nesta sexta-feira, 29, em Alagoas, por causa da disputa para o preenchimento do cargo de governador do Estado, num mandato tampão de oito meses. O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), escreveu no Twitter: “Sobre dar golpes, o senador Renan Calheiros entende bem. Foi assim que ele tentou conduzir o Congresso Nacional e, várias vezes, desrespeitou decisões judiciais.”

O que está em jogo é a eleição indireta marcada para a próxima segunda-feira, dia 2, na Assembleia Legislativa, com o objetivo de escolher o novo chefe do Executivo estadual, vago desde 2 de abril, quando o governador Renan Filho (MDB) renunciou. Ele se afastou para cumprir a legislação sobre desincompatibilização e poder se candidatar a senador nas eleições de outubro.

O vice-governador eleito em 2018, Luciano Barbosa (MDB), seu sucessor natural, deixou o cargo em 2020 para disputar a Prefeitura de Arapiraca, a maior cidade do interior alagoano. Elegeu-se, assumiu e já não pode ocupar o lugar de Renan Filho. Houve um período de mal-estar entre Barbosa e os Calheiros, que contavam com sua permanência no governo para evitar a turbulência política que ocorre nesse momento. As duas partes se entenderam, mas a instabilidade está colocada.

-Publicidade-

O presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Victor, também do MDB, o nome seguinte na linha sucessória, é outro que não vai para o governo porque pretende se reeleger deputado estadual. Com isso, quem assumiu foi o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Klever Loureiro, pelo prazo legal de 30 dias, tempo máximo para o Legislativo alagoano definir o nome do ocupante do mandato tampão.

Alagoas e a sucessão presidencial

Aliados de Lira ingressaram no Judiciário e conseguiram uma liminar para impedir a eleição indireta marcada para a próxima segunda-feira. Mas, hoje, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador José Carlos Malta Marques, derrubou a decisão provisória e autorizou a realização da votação e escolha do novo governador.

O senador Renan Calheiros (MDB) comemorou e atacou Arthur Lira. “O TJ/AL acaba de incinerar o golpe de Arthur Lira para impedir as eleições para o governo de Alagoas na forma da Constituição.” Em resposta, além de dizer que é Renan quem entende de golpes, Lira afirmou pelo Twitter: “Em Alagoas, achaca e interfere nos poderes, desrespeita a vontade popular e quer fazer do Estado a extensão do seu latifúndio. Não conseguirá.”

Por trás dessa briga aparentemente regional, estão o cenário nacional e as eleições de outubro para o Palácio do Planalto. Lira vai apoiar a tentativa de reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL), e Renan ficará ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

24 comentários Ver comentários

  1. Dei 👎 porque para mim, nenhum dos dois serve, que briguem e espalhem os podres de cada um, porém, enquanto o lira for presidente da Câmara, é melhor tê-lo do nosso lado, queira ou não, ele já ajudou o governo pautando votações que precisávamos, o que já é um grande passo em comparação a era Rodrigo Botafogo Maia, o nhonho 🤨

  2. Enquanto o povo alagoano não aprender a votar, iremos ter estas tranqueiras no poder. Renan é a prova disso, desde a época do Collor vem mamando nas tetas do poder.

  3. Arthur Lira decepcionou como Presidente da Câmara dos Deputados: perguntar ao STF quem deve votar Cassação ? Permitir a manipulação do STF na Câmara nas questões do Voto Impresso e no caso Daniel Silveira?

    Reconheço o andamento de projetos importantes (embora o Foro Privilegiado esteja engavetado), mas nesses dois pontos, faltaram altivez e coragem, como diz Augusto Nunes!

  4. A corrupção está associada aos interesses pessoais criminosos, à ambição distorcida e dissociada da liberdade individual de todos.
    Exemplos de corruptos, e isto é óbvio e histórico: Sarney, Calheiros, Lula e PT, todos os socialistas, com destaque a FHC, entre muitos outros (sem esquecer dos 9 do STF).

    1. O povo alagoano merecia coisa melhor, Renan Calheiros é uma escoria da política brasileira as vezes penso que existe um portal entre o malfeitor e o inferno !

  5. Podem pixar e xingar à vontade, mas estou com Renan nesta briga. É importante Lira levar uma cacetada para aprender a ter bons modos na Câmara. Acho que JMB, via Collor, deveria mexer os pauzinhos pra derrubar o Lira. Afinal, são só 8 meses . Lira não pode voltar como presidente da mesa.

  6. Para o jornalista o PR JB vai para tentativa de reeleição?? Tentativa?? Oeste, se ligue que há mau cheiro no ar para não se transformar no Antagonistas… Quando um componente sai com esse papo tem que se ligar nele. O PR JB vai ser eleito no primeiro turno, manezão

  7. A pratica da mais sagradas das artes, a política do bem comum, foi transformada por politicalhas latrinários, aqui e alhures, em intermináveis campeonatos de chafurdação. Aqui o campeoníssimo é o luláláu. Nos EUA, Biden. Na Rússia, Putin. E na China, o chefe de todos os chefes do lamaçal comunoglobalista: Xijinping,

    1. Está certo que Lira não é flor que se cheire mas, apoiar estusiasticamente o Renan??? Esse excremento podre e aliado do ladrão mor? Juízo Dabliu!!!

  8. Vocês da redação estão se rebaixando demais ao tratar dessas duas carniças, disputando o poder naquela roça. Deixem que eles se matem, de preferência os dois ao mesmo tempo, um cai par um lado e o outro cai para outro, aí sim, seria bom noticiar essa rixa provinciana que não interessa a ninguém. Agora, por falar neste lugar, Alagoas e Sergipe fazem divisa com Pernambuco e Bahia, respectivamente ou é o contrário? Sempre faço confusão, tal é a importancia desses dois territórios.

    1. Seu Parreiras, vou te explicar a diferença entre as palavras “Mal” e Mau”. Mal é quando algo foi “mal feito” ou quando alguém sofre de uma doença, “Mal de Parkinson”, por exemplo ou algo referente a relacionamentos afetivos, Meu bem, meu mal… e assim por diante. Entendeu ou preciso explicar mais? ENTENDEU?
      Já a palavra “Mau” é quando se refere a gente ruim, que é o caso desses dois aí: Maus- caracteres, é quando se refere a maldade. ENTENDEU, PARREIRAS?

  9. Os bandidos se entendem!!!
    Dois vagabundos.
    O Lira chega a se despontar no pareo, qdo alguém pergunta a alguém muitíssimo próximo. Laços de sangue até.

  10. Com nosso sistema de justiça sério estamos protelando as 27 condenações de Calheiros!!! Não sei se o Lira é confiável, mas, o Renan já provou da cachaça do nove dedos leves….

  11. A pergunta que fica é, como uma raposa bandida velha desta é eleito todo ano?
    da pra confiar no nosso sistema eleitoral.
    O que será que o outro lá prometeu quando atravessou a rua e foi intervir no voto impresso e auditável aos abutris da nossa politica, para os caras terem mudado rapidamente de idéia e trocado as comissões?????? será que não era o titulo de sócio remido, a cadeira cativa kkkkkk

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.