Aras será sabatinado pelo Senado na semana que vem

Parlamentares da CCJ devem analisar a recondução do PGR
-Publicidade-
Procurador-geral da República, Augusto Aras | Foto: Pedro França/Agência Senado
Procurador-geral da República, Augusto Aras | Foto: Pedro França/Agência Senado

O procurador-geral da República (PGR), Augusto Aras, será sabatinado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado na próxima terça-feira 24. Os senadores vão avaliar a indicação feita pelo presidente Jair Bolsonaro, para que o PGR permaneça no cargo pelos próximos dois anos.

Depois da sessão, que promete ser longa, os parlamentares da aprovam ou não o nome de Aras cujo mandato termina em 23 de setembro. Além da CCJ, sua eventual permanência no cargo depende do voto, em plenário, de 41 dos 81 senadores.

Leia mais: “Pacheco dá encaminhamento à indicação de Mendonça para o STF”

-Publicidade-

O presidente da CCJ, Davi Alcolumbre (DEM-AP) indicou o líder do MDB no Senado, Eduardo Braga (AM), como relator do caso. Além de Aras, foi marcado para quarta-feira 25 a sabatina de seis nomes indicados para o Conselho Nacional do Ministério Público.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários

  1. E aí, se não aprovarem, o que é muito factível vindo desse senado aí, qual será o próximo passo? Passar por cima desse presidente inoperante e nomear outro qualquer dessa lista aí? Vamos aguardar, pois a paciência já esgotou com essa turma deste governo agora é o chefe da Casa Civil fazendo pose com o presidente do STF, exibindo uma edição de luxo de constituição lixo, talvez para lembrar o seu chefinho que existe uma constituição de luxo a ser obedecida. “Quo usque abuttere Bolsonaro patientia nostra.” (Ciço)

    1. Qual sua sugestão sabichão? Botar os tanques na frente do Congresso e STF? É tudo que eles querem, que o Bolsonaro caía nessa esparrelha de art. 142!

      1. Gui, vc tem toda a razão. Pensa comigo: se os militares chutarem o pau da barraca, liderados por um 4 estrelas da ativa, para que vão precisar de JB? Vai ser o primeiro a rodar.

      2. Embora ache um pouco tarde para te responder, mas vou faze-lo mesmo assim. Pode até ser que resulte num eventual governo militar como aconteceu em 1964, como eu vivi aquela época, confesso a vocês que seria bem melhor do que uma ditadura de um judiciário desses aí como você deve aprovar. Só isso que tenho a dizer.

  2. Em 45, Churchill e Stalin, usando um lápis azul, dividiram a Europa. Vá lá. Mas os EUA pegaram o gostinho da guerra e precisavam dar um chega-pra-lá nos russos, que começavam a incomodar.
    Aí jogaram duas bombas atômicas no Japão, que já estava enchendo o saco. Olha o que te espera, foi o aviso pra Stalin. Ele botou a viola no saco.

    A msm coisa aqui: uma bombinha aqui, outra ali. O 142 é uma que nunca vai ser detonada.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro