Barroso fala em mortes evitáveis e ‘sentimento de abandono’

Presidente do TSE afirmou ainda que o país passa por um momento de desvalorização da vida
-Publicidade-
Sessão do TSE
Sessão do TSE | Foto: Ascom/TSE

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, lamentou nesta quinta-feira, 4, o aumento de mortes em decorrência da covid-19 e disse que existe no Brasil um “sentimento de abandono”.

Barroso afirmou ainda que o país está batendo recordes negativos e passa por um momento de desvalorização da vida em que as pessoas passam a ser tratadas “puramente como números”.

-Publicidade-

Leia mais: “Bolsonaro fala em plano contra a covid-19 e cita o STF”

“Algumas dessas mortes eram, como em toda parte do mundo, inevitáveis, mas muitas eram evitáveis. […] É muito triste o que está acontecendo no Brasil e é legítimo o sentimento de abandono que as pessoas têm pelo país afora”, lamentou o presidente.

O vice-presidente do TSE, ministro Edson Fachin, se associou às palavras de Barroso. O ministro Alexandre de Moraes também se manifestou e classificou o momento como “absolutamente lamentável”.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

22 comentários

  1. As excelências supremas tentam associar a responsabilidade de parte das mortes ao Presidente Bolsonaro.
    Sem esconder que a ideologia segue norteando suas opiniões, talvez os supremos devessem dar mínimo ouvido aos médicos que usando o tratamento precoce conseguiram reduzir parte das mortes, enquanto a vacina não chega em tempo e volume suficientes.
    A vaidade com poder desses supremos os tornam cada vez mais odiados e associados pela população à política partidária.

  2. Quem determinou o abandono foi STF quando entregou a gestão da pandemia as centenas de governadores e prefeitos totalmente incompetentes para a função.

    1. Perfeito Marcelo eu só acrescento “incompetentes e corruptos”, agora, depois que a decisão deles deu em merda, estão tentando jogar a culpa no presidente Bolsonaro, que ficou, totalmente, com as mãos amarradas, sem poder fazer nada.

    2. Bando de palhaços e hipócritas. Vivem em um mundo paralelo onde acham que são divindades de toga. De fato agem como tal, até o dia em que o cabo e o soldado aparecerem por lá e colocá-los nos seus devidos lugares. Só estão ali por interesse de terceiros e como capachos de políticos corruptos. Lastimável!

  3. Esse Barroso é um esquerdopata idiota.
    Vejam no portal da Transparência Registro Civil, onde vê-se claramente que o aumento das mortes por Covid-19 ocorreram principalmente nos Municípios comandados por prefeitos petistas, como Araraquara por exemplo. Nas cidades onde foram adotados, o tratamento preventivo e o precoce, como Porto Feliz e Taquaritinga, não houve aumento de óbitos.

  4. Esse mesmo Barroso não impediu a realização de eleições em novembro em todo país, onde aglomeração aconteceu por mais de 30 dias oficialmente. A preocupação dele era com as filas no dia da votação, canetas e higienização da cabine. Ele é um dos responsáveis pelo aumento das infecções por desconhecer o que acontece numa campanha eleitoral nacional em estados e municípios. Ministro bobão…qual problema em cancelar eleições e postergar por um ano?? Sua excelência tem responsabilidade, sim.

  5. Esses advogados do PT,agora travestidos de “juízes do supremo”,são uma piada…Uma piada triste,como é triste e deplorável, a atuação desse grupo de ex rábulas a serviço da esquerda caviar, no stf…Que vergonha…Proíbem um governo democraticamente eleito de governar…Soltam traficantes presos em flagrante, na posse de centenas de quilos de cocaína…Soltam traficante e homicida condenado,para depois que fugiu mandarem prender de novo…Rasgam a Constituição que são (regiamente) pagos para defender,criando o inquérito do fim do mundo…Proíbem a investigação do homicida preso por esfaquear o Presidente da Republica…Prendem deputado federal desprezando a imunidade constitucional que ele tem…Fazem politica partidária e vêm a publico colocar a culpa por todas os crimes que cometem,no poder executivo…Afinal,o povo está anestesiado ou é covardia mesmo?…O tempo dirá…

  6. É por essas e outras que em 2022 será necessário o VOTO IMPRESSO, que não é retrocesso como o tal Barroso tenta nos enganar. VOTO IMPRESSO não é preenchido a mão, tampouco levado para casa pelo eleitor, para essa turma do STF considerar recentemente a Lei aprovada em 2015 pelo Congresso, INCONSTITUCIONAL, por “violar o sigilo e a liberdade do voto”.
    VOTO IMPRESSO, é blindado e segue automaticamente para uma urna lacrada, após o eleitor confirmar. É a única forma de AUDITAR e se necessário RECONTAR votos.
    Afinal, por que o STF desqualifica tanto o VOTO IMPRESSO?

  7. Bando de dissimuladores. Fazem críticas subjetivas e evasivas, tentando deixar no ar a sensação de que a responsabilidade é do governo federal. São os mesmos que retiraram o poder do presidente, ou seja, são os verdadeiros responsáveis. STF inimigo público #1.

  8. Se os semi deuses gostam tanto de palpitar em questões políticas, então por que não têm a coerência de requererem suas respectivas aposentadorias e, posteriormente, se candidatarem aos cargos eletivos que desejarem, submetendo-se ao voto popular???!!! Será que têm medo de enfrentar fragorosas derrotas???!!! Será que têm medo de constatar o que o povo realmente pensa deles???!!!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.