Bia Kicis e Augusto Heleno contestam Sara Winter

Ela afirmou que os dois apoiaram o acampamento '300 do Brasil', que lançou fogos de artifício contra o prédio do STF
-Publicidade-
Sara Winter | Foto: Reprodução/Twitter
Sara Winter | Foto: Reprodução/Twitter

A deputada Bia Kicis (PSL-DF) e o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, foram às redes sociais para rebater acusações feitas por Sara Winter.

Na semana passada, em entrevista à revista Istoé, ela afirmou que os dois apoiaram o acampamento “300 do Brasil”, que lançou fogos de artifício contra o prédio do Supremo Tribunal Federal em junho de 2020.

-Publicidade-

“Tudo que a Sara Winter falou sobre mim é mentira. Nunca dei nenhuma orientação de ataque a ninguém e jamais disponibilizei assessor para ajudar no acampamento e muito menos advogado”, afirmou Bia Kicis. E continuou: “Não sei se sua mentira é estratégia, desespero ou pura maldade. Não sei se há alguém por trás. Sara mente”.

Em outra postagem, a deputada complementou: “A única vez que parei no acampamento eu disse: ‘Quando ativista, nunca tive político por trás de minhas ações. Ativistas devem ser independentes, movimento legítimo é do povo. Cobrem dos políticos mas não ataquem as instituições nem peçam intervenção militar’. Fizemos uma oração e saí”.

Augusto Heleno

No Twitter, o general Augusto Heleno também classificou como mentirosas as declarações de Sara Winter.

“Calúnias e acusações falsas da senhora Sara Winter sobre mim foram divulgadas pela Istoé, Fórum, Brasil 247 e vários sites ‘isentos’. Bancaram também essas mentiras, sem me consultar: a jornalista Mônica Bergamo, os deputados Ivan Valente, Paulo Teixeira e outros ‘democratas de peso’. Triste papel”, escreveu o ministro do GSI.

Acusações

À revista, Sara Winter afirmou que Heleno teria pedido que seu grupo direcionasse ataques ao Supremo. Já Bia Kicis teria ajudado na organização e na estrutura dos atos que levaram Winter a ser presa, por determinação do ministro Alexandre de Moraes.

Sara Winter afirmou ainda que, além de Kicis e Heleno, os deputados Daniel Silveira (PTB-RJ), Carla Zambelli (PSL-SP) e Sargento Fahur (PSL-PR) também apoiaram o grupo.

Perfis de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro subiram a hashtag “Processa” no Twitter, pedindo que Heleno e Kicis entrem com ações judiciais contra ela. O nome de Sara Winter entrou para os assuntos mais comentados da rede nesta segunda-feira, 22.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.